8 nov 2005 - 15h16

Leão nunca havia sofrido quatro gols no Palmeiras

A derrota para o Atlético trouxe conseqüências graves no Palmeiras. A crise foi instalada no Parque Antártica com a protesto no domingo até de alguns torcedores no desembarque do elenco, que está pressionado pela conquista, pelo menos, de uma vaga à Copa Libertadores da América 2006.

Depois do jogo, o técnico Emerson Leão admitiu que o time teve no Paraná a pior atuação sob seu comando. Os números mostram que a partida bateu um recorde negativo para o treinador.

Leão nunca tinha perdido por quatro gols de diferença nas suas duas passagens como comandante do clube. O pior revés havia acontecido no dia 10 de junho de 1989, na derrota por 3 a 0 para o Bragantino, na cidade de Bragança Paulista.

Na oportunidade, o Palmeiras perdeu a chance de lutar pelo título do Campeonato Paulista, depois de uma ótima campanha com o treinador. Os gols do Bragantino naquela partida foram marcados por Gil Baiano, Zé Rubens e Gallo.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…