8 nov 2005 - 21h17

Torcidas organizadas podem ser extintas no Rio

Chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, o delegado Álvaro Lins, abriu a possibilidade de extinguir as torcidas organizadas do Rio de Janeiro, assim como aconteceu em São Paulo há alguns anos. Segundo o delegado, o caso está sendo estudado pela polícia.

"Esta experiência de São Paulo desconstituiu a pessoa jurídica das torcidas organizadas, e fez com que elas não pudessem ostentar faixas ou bandeiras nos estádios. É uma alternativa para o Rio de Janeiro", comentou o delegado.

Álvaro Lins demonstra uma certa esperança que as coisas mudem, e o comportamento das organizadas seja adequado. Mas deixa bem claro que, se isto não acontecer, o próprio Ministério Público tomará providências.

"Eu espero que este fato não se repita, senão o Ministério Público tomará uma atitude parecida com a que foi tomada em São Paulo. E assim, eles deixarão de ser torcidas e se transformarão em verdadeiras quadrilhas", finalizou o delegado.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…