12 nov 2005 - 15h58

Schumacher comemora nova chance no profissional

O atacante Schumacher foi uma das novidades do técnico Evaristo de Macedo na relação de convocados para o jogo contra o Goiás neste domingo, às 16h. O atacante, que está disputando a semifinal do Campeonato Paranaense de Juniores, jogará pela primeira vez sob o comando do atual treinador atleticano. Antes, ele atuou com Antonio Lopes, com quem chegou a ser titular.

Schumacher recebeu a notícia de seu retorno ao profissional após a vitória dos juniores por 9 a 0 sobre o Cascavel nesta quinta-feira, partida na qual marcou dois gols. O jogador ficou muito feliz com a notícia e afirmou que esta convocação é fruto de seu desempenho, e de seus gols na equipe júnior do Atlético. “Assim a gente vê que o trabalho aqui embaixo é reconhecido por eles lá em cima. Claro que na descida de todo mundo nós ficamos tristes, mas sabíamos que se fizéssemos um bom trabalho aqui, e eu principalmente marcando gols, acabaria tendo mais uma chance. Agora estou tendo mais uma oportunidade”, disse o atacante.

Com as contusões de Aloísio e Dagoberto, Schumacher será uma das opções do técnico Evaristo no banco de reservas ao lado de Denis Marques. A última vez que o atacante entrou em campo pela equipe profissional foi na despedida do técnico Antonio Lopes, na partida contra o Figueirense, no dia 25 de setembro de 2005.

Quando Evaristo chegou ao Furacão, avaliou o elenco e conclui que havia muitos jogadores. Assim, decidiu reduzir o time principal e mandou de volta aos juniores os atletas Schumacher, Alex, Douglas, Marcus Winícius, Anderson Aquino, Sammir e Ricardinho. Porém, com os desfalques de Aloísio e Dagoberto, o plantel precisou novamente de um atacante e Schumacher recebeu uma nova chance.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…