13 nov 2005 - 19h13

Para Evaristo, chances perdidas fizeram a diferença

O técnico Evaristo de Macedo considerou que Atlético e Goiás fizeram um jogo equilibrado e que o marcador de 4 a 2 em favor do time goiano não expressa o que foi a partida. Para o treinador rubro-negro, os dois times jogaram bem e o Atlético não merecia ter perdido por dois gols de diferença. Na opinião dele, as chances de gols desperdiçadas pelos jogadores atleticanos acabaram decidindo a partida.

Leia abaixo as declarações de Evaristo na entrevista coletiva concedida depois do jogo nos vestiários do Estádio Serra Dourada e confira a avaliação do treinador rubro-negro:

CHANCES PERDIDAS
"O placar não é bem o que foi o jogo. Nós perdemos tantas oportunidades quanto eles aproveitaram. Isso faz a diferença. No segundo tempo, apesar de tudo, nós desperdiçamos duas oportunidades claras com o Lima e tivemos um gol anulado, que eu tenho as minhas dúvidas se estava impedido. O Goiás tem uma equipe muito bem estruturada."

SEGUNDO TEMPO
"Na segunda etapa nós fomos ao ataque, perdemos um gol claro e no contra-ataque fizeram 4 a 2. Daí eles tranqüilizaram e dificultou para nós. No segundo tempo, o time adversário se preveniu também. Tem a tática e a contra-tática. Quando eles sentiram que nós estávamos usando muito bem o contra-ataque, eles passaram a se precaver. Quando se perde, está tudo errado. Só está certo quando a gente ganha."

CALOR
"Nós temos jogado dia sim, dia não e aparece uma temperatura dessa para nós que estamos com 12 graus, você vê a diferença que faz."



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…