O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
16 nov 2005 - 12h10

Cadê os acusadores?

Estive calado, ou melhor, deixei de enviar meus singelos textos para este espaço por algumas semanas, pois achei quem em certos momentos se você não pode ajudar pelo menos não atrapalhe. O nosso querido Atlético estava naquela fase de ter que vencer o Palmeiras para continuar na briga por uma vaga, ou seja, o “sonho” da libertadores ou a realidade mais provável da Sul Americana.

Mas agora tudo isto passou, ou seja o “sonho” da libertadores já não existe mais, e a Sul Americana ainda pode se tornar um “pesadelo”, pois os times que estão abaixo de nós estão subindo, e nosso querido Atlético continua a ser um time de “pijamas”, só vence em casa, e pior, vence porque a torcida joga.

Quando Dom Evaristo de Macedo foi contratado, eu fui um dos que não aceitava e ainda tenho minhas restrições ao trabalho. Deixo bem claro as restrições ao trabalho, pois como pessoa, gente, ser humano, caráter, Evaristo de Macedo é um “Gentleman”. Hoje o Atlético joga bonito, com alegria, o ambiente é bom o relacionamento é ótimo, mais o time perdeu a pegada, é um time frouxo na marcação, um time que deixa o adversário se impor, principalmente quando joga fora de casa.

Evaristo deixou de aproveitar vários garotos que eram aproveitados por Antonio Lopes e continuou a insistir com Marin, Durval, agora Lê e ressuscitou o meia lateral Leandro, que eu já tinha esquecido.

A Polêmica: “É mais um desabafo ”

Acho eu que o Sr. Evaristo de Macedo se deixou influenciar por meia dúzia de cronistas esportivos, ( aqueles que nunca deram um chute na bola), aqueles que não gostam de jogadores cultos, aqueles que acham que a humildade está na simplicidade de falar. Nem sempre simplicidade é sinônimo de humildade, pois tem muita gente simples carregando um caminhão de vaidades e orgulho, sendo assim jamais é uma pessoa humilde. Humildade está no espírito, nas ações do ser humano e no seu comportamento moral.

Voltando ao que interessa: duas vezes escolhido o melhor goleiro do Brasil, pretendido pelo líder do campeonato brasileiro (Corinthians), nem na reserva está ficando, (contra o Cruzeiro foi relacionado). Senhores, sejamos sinceros, o Tiago é um grande goleiro, mais ainda está longe de tomar a posição do Diego, pois falta para ele o principal: “experiência”, ninguém se quer comentou suas falhas, no atletiba demos sorte porque vencemos, e se tivéssemos perdido, com aquele frangaço que ele tomou. Teve outro jogo que agora não me recordo, soltou uma bola igual, contra o Goiás, falhou em três gols, no primeiro saiu onde não precisava sair, o segundo rebateu uma bola para o meio da área, e o outro não saiu no cruzamento, ( bola na área pequena é do goleiro), isto é mais velho do que andar para frente, não tenho procuração e tão pouco o conheço, mais sou seu fã, pois além de grande goleiro é um grande ser humano, sempre demonstrou “publicamente” o amor e a gratidão que tem pelo nosso querido Atlético.

Relembrando também que o Cleber que no campeonato passado era o eventual reserva do Diego, hoje no Santa Cruz está atravessando um grande momento. O Santa Cruz é líder da série B e o Cleber tem salvado o time em várias oportunidades. Então antes do Tiago ainda tem o Cleber.

Amanhã temos que ganhar do Cruzeiro, seja com Tiago ou com Diego, pois necessitamos garantir a Sul Americana o mais rápido possível.

Saudações



Últimas Notícias

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…