17 nov 2005 - 18h24

Atlético receberá R$ 1,8 mi por venda de Lima

O Atlético receberá aproximadamente R$ 1,8 mi pela cessão definitiva do atacante Lima para o clube saudita Al Ittihad, que disputará o Mundial de Clubes da Fifa em dezembro. Além de Lima, o Atlético também negociou com o Al Ittihad o lateral-esquerda Marcão, que a princípio segue somente por empréstimo até o final de dezembro.

Normalmente, o Atlético não costuma divulgar o valor da transação de seus jogadores. Portanto, esse dado só se torna público quando a outra parte do negócio a revela. Foi assim, por exemplo, nas negociações dos meia Jadson e Fernandinho com Shakhtar Donetesk. O time informou que pagou 7,8 mi euros (R$ 22 mi) por Fernandinho e 5 mi euros (R$ 17 mi) por Jadson.

No caso de Lima, porém, há uma peculiaridade. O Atlético era sócio do Cruzeiro e do empresário Dico Xavier nos direitos econômicos do atacante. Logo após a confirmação da negociação de Lima para o Al Ittihad, o time mineiro informou o valor total da venda: US$ 2,5 mi. "Foi um grande negócio. O jogador não deu certo no Cruzeiro, foi emprestado para Portugal, voltou ao Brasil para atuar pelo Atlético Paranaense e foi muito bem. Nessa temporada ele ficou muito valorizado", afirmou Alvimar de Oliveira Costa, presidente do Cruzeiro, em entrevista ao repórter Bruno Furtado, do Portal Uai.

De acordo com Alvimar, cada uma das partes (Cruzeiro, Atlético e Xavier) receberá aproximadamente US$ 833 mil. Em cotação desta quinta-feira, isso significa que o Atlético receberá algo em torno de R$ 1.829.767 com a transação.

Carreira

Descoberto pelo olheiro Ticão, atual supervisor do departamento de formação do Atlético, Lima enfrentou muitas dificuldades para vencer na carreira. Chegou a jogar muitas vezes pelo PSTC, mas nunca levou a carreira a sério e por diversas vezes optou por retornar a Alvorada do Sul, sua cidade natal, para ficar próximo da família. Depois de muitas idas e vindas, acabou se firmando nos juniores do Coritiba e despertou a atenção do Cruzeiro.

Por indicação do técnico Vanderlei Luxemburgo, o time mineiro adquiriu 60% dos direitos de Lima (os outros 40% continuaram com seu empresário Dico Xavier). Fez 26 jogos, seis gols e foi campeão mineiro pelo Cruzeiro, mas não emplacou. Acabou sendo emprestado gratuitamente ao Sporting Braga, de Portugal. No início de 2005, o Atlético comprou 30% dos direitos econômicos e deu uma chance ao atleta, que se destacou. Com a camisa rubro-negra, foram 46 jogos e 25 gols, além de um título paranaense e um vice-campeonato da Libertadores da América.



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…