17 nov 2005 - 23h54

Estreantes Lê e Vinicius foram os destaques

Numa partida em que muitos jogadores considerados reservas puderam ser testados e reaproveitados pelo técnico Evaristo de Macedo, os grandes destaques do time atleticano foram justamente os estreantes da noite. O goleiro Vinicius e o atacante Lê tiveram participação fundamental para que o Atlético conquistasse sua quinta vitória fora de casa pelo Brasileirão 2005, o que praticamente assegura a vaga para a Copa Sul-Americana em 2006.

O atacante Lê, tido como uma promessa em 2003 quando contratado, andava meio esquecido, treinando com o time reserva no CT do Caju. Na semana passada, o técnico Evaristo de Macedo surpreendeu ao relacioná-lo no grupo que viajou para Goiás. Mas a oportunidade de jogar só apareceu nesta quinta-feira: aos 32 minutos do segundo tempo ele debutou pelo Brasileirão e demonstrou muito oportunismo e confiança para marcar seu segundo gol com a camisa do Atlético, aos 37 minutos da etapa complementar. Seu primeiro gol foi marcado há dois anos, no dia 9 de novembro de 2003, no clássico Atletiba vencido pelo Furacão por 2 a 0, em partida disputada no CT do Caju, pela Copa Sesquicentenário.

"Tive a felicidade de conseguir roubar a bola do zagueiro e fazer o gol", disse Lê, que comemorou seu feito batendo com a mão direita no braço esquerdo, em sinal de raça. "Essa vitória fora de casa é muito importante para nós porque não havíamos tendo resultados positivos fora de casa", observou o herói da noite.

Segurança na meta

O outro destaque foi o goleiro Vinicius, que demonstrou muita personalidade e boas defesas. Aos 20 anos de idade, ele fez seu segundo jogo como profissional do Rubro-negro, tendo no currículo uma convocação para a Seleção Brasileira Sub-20. Além de passar segurança à defesa, foi preciso quando o Furacão vencia por 2 a 1 e praticou uma excelente defesa que garantiu a vitória atleticana quando o jogo chegava nos acréscimos. “Ele demonstrou ter um futuro pela frente brilhante pela frente. As defesas que ele fez e a tranqüilidade que ele demonstrou e no final do jogo ele fez uma defesa maravilhosa, que nos deu a vitória, na minha opinião”, elogiou o técnico Evaristo de Macedo.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…