17 nov 2005 - 10h47

Presidente do Coxa pressiona atleticanos

Na tarde desta quinta-feira, o presidente do Coritiba, o ex-secretário de Fazenda do Paraná e um dos artífices da venda do Banestado, Giovani Gionédis, declarou ter certeza da derrota rubro-negra diante do São Caetano no próximo domingo, na Kyocera Arena, pela 40ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em tom irônico, o presidente alviverde afirmou que o Atlético vai "entregar" a partida contra o time do ABC paulista com a deliberada intenção de prejudicar o Coritiba. Segundo ele, sua opinião está baseada em supostas declarações de jogadores atleticanos lembrando da derrota coxa-branca para o Santos em 2004, que acabou beneficiando o time paulista na briga pelo título com o Atlético.

Na verdade, as declarações de Gionédis parecem estar destinadas a desviar a atenção da imprensa e a criar uma responsabilidade para o elenco atleticano. Durante esta semana, vários jogadores rubro-negros declararam que não estão preocupados com a situação do rival e rechaçaram a hipótese de "entregar" o jogo. "Não vamos entregar jogo nenhum. Vamos pensar somente na nossa equipe. Temos que esquecer o Coritiba. Eles é que vão ter que se preocupar com essa situação", afirmou o capitão do time atleticano, o lateral-esquerda Marcão.

O São Caetano é um dos adversários do Coritiba na luta para escapar do rebaixamento. Atualmente, o Azulão tem 47 pontos, cinco a mais que o Coritiba, que nesta quinta-feira enfrenta a Ponte Preta, pela 39ª rodada do Brasileirão.w



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…