18 nov 2005 - 0h03

Evaristo: “Eu confio no meu elenco”

Em onze jogos sob o comando do técnico Evaristo de Macedo, o Atlético venceu oito partidas. E a história da oitava vitória do Furacão da “Era Evaristo” foi na noite desta quinta-feira, em Belo Horizonte, contra o Cruzeiro. Com um time bastante diferente, devido a ausência de vários titulares, na base da superação o Rubro-negro venceu os mineiros por 2 a 1. Para o treinador, uma vitória que comprova a superação e a qualidade do elenco atleticano.

“De um modo geral, a equipe foi boa não porque ganhou, mas porque ganhou de uma grande equipe no Mineirão. Para jogar contra um time contra o Cruzeiro, você tem de ter superação, senão você acaba envolvido, porque eles tocam muito bem a bola”, resumiu o técnico atleticano. Confira as principais declarações de Evaristo de Macedo na entrevista coletiva após a partida:

Força do grupo:
“Eu confio no meu elenco. Eu disse a eles antes do jogo: nós lamentamos muito a ausência deles, mas confiamos em quem jogou. Os rapazes que entraram demonstraram que têm capacidade, que têm condições de jogar na nossa equipe tranqüilamente.”
“Eles estão muito motivados, mas futebol não é só motivação. Motivação você pode ter uma vez ou outra. Você tem de ter capacidade, competência e isso você adquire com uma serie de jogos, não é da noite para o dia.”

Importância da boa marcação:
“O campo, nas condições que estava com a chuva, é normal que os jogadores fiquem cansados, principalmente aqueles que não têm muito físico. A entrada do Conceição (André Conceição) foi importante porque ele ajudou muito na marcação e destruiu as jogadas do Cruzeiro. O Cruzeiro é um grande time, que trabalha muito bem a bola. Para jogar contra um time contra o Cruzeiro, você tem de ter superação, senão você acaba envolvido, porque eles tocam muito bem a bola.”

Oportunidade para os jovens:
Eu fico muito feliz quando um jogador nosso ganha uma projeção internacional. Nós vamos torcer por eles. Isso abre espaço para outros jogadores, então vamos trabalhar. Agora não depende de mim, depende eles. Eles é que terão de trabalhar para mostrar que têm capacidade para substituir os que estão saindo.”

Estréia de Vinicius:
“Ele demonstrou ter um futuro pela frente brilhante. As defesas que ele fez e a tranqüilidade que ele demonstrou e no final do jogo ele fez uma defesa maravilhosa, que nos deu a vitória, na minha opinião.”



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…