19 nov 2005 - 1h05

Dedicação máxima

Depois de vencer o Cruzeiro e praticamente garantir sua presença na Copa Sul-Americana do ano que vem, o Atlético segue para seus últimos dois compromissos na Kyocera Arena na temporada 2005, contra São Caetano e Paysandu. O confronto deste domingo, contra o Azulão, já mexeu com a rivalidade local. Isso porque o São Caetano é um dos concorrentes do Coritiba na luta contra o rebaixamento para a Série B.

Na noite de quinta-feira, logo após vencer a Ponte Preta e continuar respirando no campeonato, o presidente do Coritiba, Giovani Gionédis, mais uma vez chegou a insinuar que o Atlético "entregará" o jogo de domingo para o time do ABC paulista, com o intuito de prejudicar o rival. Indagado pelos repórteres sobre o assunto, Gionédis respondeu: "Depois do jogo (entre Atlético e São Caetano) vocês verão se eu estou certo ou não. Esperem o resultado final", afirmou, provocando ainda mais polêmica.

Alheio às confusões, o time atleticano promete a mesma dedicação no jogo contra o Cruzeiro, em que a equipe superou as dificuldades e venceu por 2 a 1. "Nós precisamos desses pontos. Os outros que estão atrás da gente estão subindo, estão ganhando os jogos. Então, nós precisamos ganhar também", afirmou o técnico Evaristo de Macedo.

Sobre as acusações do presidente do Coritiba a respeito de o Furacão facilitar o jogo para o adversário de domingo com a intenção de prejudicar o Coxa, Evaristo foi enfático: "Nós não damos importância para aquilo que alguns ficam falando, porque nós temos nossa consciência tranqüila, a nossa força moral. Eu respeito a opinião de todos. Se ele acha que nós vamos fazer isso, tudo bem. Eu respeito, mas acho que vai ser diferente", garantiu o treinador atleticano.

Escalação

Polêmicas à parte, o Atlético entrará em campo com uma equipe diferente da que foi titular na maior parte dos jogos sob o comando de Evaristo de Macedo. Isso porque o clube já conta mais com Aloísio, Lima e Marcão, negociados recentemente. De certo estão os retornos do lateral-direita Jancarlos e do atacante Finazzi. Marín segue na lateral-esquerda, ganhando a posição de titular com a saída de Marcão. No gol, volta o garoto Tiago Cardoso.

Brasileiro – (20/11/05) – Atlético x São Caetano
L: Kyocera Arena; H: 16h; A: Antônio Hora Filho (SE); T: Premiere Esportes (ppv) e Rádio Banda B (AM 550).

ATLÉTICO: Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Marín; Alan Bahia, Cristian, Evandro e Ferreira; Finazzi e Schumacher. T: Evaristo de Macedo.

SÃO CAETANO: Sílvio Luiz; Neto, Gustavo e Thiago; Alessandro, Paulo Miranda, Zé Luís, Márcio Richards e Triguinho; Jean e Somália. T: Cuca.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…