23 nov 2005 - 19h26

Diego: "Estou feliz por voltar a jogar"

O goleiro Diego voltou a treinar como titular na tarde desta quarta-feira e voltará a jogar no próximo domingo, quase dois meses depois de ter sofrido o rompimento dos ligamentos de um dedo da mão direita. A contusão de Diego coincidiu com a chegada do técnico Evaristo de Macedo, que assumiu a equipe em substituição a Antonio Lopes. Por isso, o goleiro não disputou nenhuma partida sob o comando do experiente treinador.

No treinamento desta quarta, no CT do Caju, Diego defendeu a equipe titular e Vinicius treinou com os reservas. Tiago Cardoso fez um trabalho em separado sob o comando dos preparadores de goleiros Almir Domingues e Privati. Após o término do coletivo, Evaristo confirmou a escalação de Diego para o jogo contra o Paysandu e justificou sua escolha dizendo que conhecia muito bem o atleta. "Vai jogar o Diego. Ele já teve uma boa parada, se recuperou bem. É o nosso pensamento colocá-lo para jogar, embora esteja satisfeitíssimo com as atuações do Tiago", comentou o treinador.

Ao receber a notícia, o goleiro se revelou contente com a oportunidade de voltar a disputar uma partida. "Estou feliz de estar sendo confirmado pelo treinador e contente porque eu tive uma lesão muito séria. Falando assim parece que foi pouca coisa, mas para mim foram muitos dias. Foram 40 e poucos dias me recuperando da lesão e trabalhando para recuperar a condição física", afirmou ele em entrevista ao repórter Osmar Antônio, da Rádio Banda B, recordando de seu calvário nos últimos dias.

Para o goleiro, o fato de voltar a jogar representa a continuidade de um trabalho iniciado em 2003, quando trocou o Juventude pelo Atlético. "O importante é continuar um trabalho que eu comecei há muitos anos no Atlético. Para mim é uma emoção, uma felicidade muito grande voltar a jogar", registrou aos microfones da Banda B, parceira da Furacao.com. Questionado por Osmar Antônio sobre seu destino em 2006, Diego foi direto: "Não sei". Nos últimos dias, a imprensa especulou uma possível negociação de Diego com o Corinthians, o Benfica e até mesmo outras equipes.

Negociações

Aos 26 anos, Diego ainda tem mais um ano de contrato com o Furacão e disse que prente cumpri-lo. "O meu contrato vai até dezembro de 2006. Essa é a única confirmação que nós temos e a única realidade. Eu pretendo cumprir o contrato e por que não renovar por mais tempo?", disse, manifestando também seu interesse de prorrogar seu vínculo com o Rubro-negro.

O jogador esclareceu que não recebeu nenhuma oferta de outra equipe. "Eu quero deixar isso bem claro. Muitas coisas foram ditas sobre propostas, mas para mim não chegou nada. Tenho certeza que também não chegou nada para a diretoria do Atlético, pois eles costumam falar com os atletas quando há algum tipo de proposta", finalizou.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…