23 nov 2005 - 8h59

Manchetes atleticanas desta quarta-feira

Atlético já tem traçado os objetivos para temporada 2006
O planejamento do Atlético para a próxima temporada ainda não está completamente pronto, mas o primeiro objetivo já está traçado: a conquista da Copa do Brasil. Depois de provar e gostar de participar de torneios internacionais, o Rubro-Negro quer montar um time forte para voltar a ganhar títulos no Brasil e se garantir na Copa Libertadores em 2007. Para tanto, a idéia é manter a base atual e ainda se reforçar para continuar crescendo no País e no exterior.

 

Desfalques abrem espaço para novato
O desfalque da dupla de zaga titular do Atlético deixou ansioso o zagueiro João Leonardo. Titular da seleção brasileira sub-20, o defensor chegou ao Furacão em setembro, vindo do Guarani, mas em dois meses ainda não teve oportunidade na equipe profissional. Com a suspensão simultânea de Danilo e Paulo André – os dois receberam o terceiro cartão amarelo contra o São Caetano – a chance deve aparecer.

 

Furacão espera começar 2006 com elenco completo
O Atlético-PR deve começar o ano com a base da equipe formada. Diferentemente do que aconteceu este ano, quando alguns jogadores chegaram só em julho e ainda sequer estrearam, como o meia paraguaio Pezzoloano, o Furacão quer ter sua equipe completa para disputar todos os campeonatos de 2006.

 

Lateral de seleção está na mira para 2006
O Atlético está lutando com o Palmeiras para contratar o lateral-direito Amaral, 18 anos, do Fortaleza. O jogador atuou pela seleção brasileira de juniores em 2005. Segundo o site www.rubronegro. net, as negociações com o clube paulista estão adiantadas. “Foi fechada a transação com o André Cury (dono da empresa Sport Mais que detém os direitos do lateral) e comigo. O contrato já está até nas minhas mãos”, declarou o empresário Magno Moraes, que cuida dos interesses do atleta, em entrevista publicada no site.

 

Atlético poderá trocar Evaristo por Nelsinho
Depois do Marcão e do Lima, o Atlético poderá perder mais dois profissionais para o Al-Ittihad, da Arábia. O clube, que já conta com o ex-coxa-branca Tcheco, está disposto a levar, agora, os gols do atacante Finazzi e a competência do técnico Evaristo de Macedo, que se tivesse sido contratado um pouco antes, poderia ter levado o clube à Libertadores do ano que vem.

 


Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…