28 nov 2005 - 9h24

Grêmio integra lista de times campeões das Séries A e B

Ser campeão brasileiro é difícil. Ser campeão brasileiro da primeira e da segunda divisões é muito mais. Da lista de dezenove clubes que já conquistaram o título máximo do futebol do Brasil, apenas cinco podem estampar no peito as estrelas prata (em referência à conquista da 2ª divisão) e dourada (referente ao título da 1ª divisão). Nesta seleta lista, o Grêmio acaba de incluir seu nome. A equipe gaúcha, duas vezes campeã da Série A (1981 e 1996), conquistou no último sábado o título da Segundona.

Além do tricolor gaúcho, outros quatro times integram a relação: Guarani (que venceu a Série B em 1981 e a 1ª divisão em 1978), Sport (campeão da Segundona em 1990 e do Brasileiro em 1987), Atlético (que venceu a 2ª divisão em 1995 e levantou a taça da elite do futebol nacional em 2001) e Palmeiras (em 2003 campeão da Série B e tetracampeão na Série A – 1972, 1973, 1993 e 1994).

As estrelas atleticanas

A primeira conquista de expressão nacional do Furacão foi em 1995. Com uma campanha arrasadora, o Atlético dominou a Segundona daquele ano e deu seus primeiros passos para se transformar numa das principais equipes do futebol brasileiro. Em 28 partidas, o time conseguiu 20 vitórias, cinco empates e apenas três derrotas, acumulando aproveitamento de 77,38%. Além da taça, o Rubro-Negro teve também o maior número de vitórias, o artilheiro da competição, melhor ataque, melhor defesa e melhor média de público e renda. Ou seja, não restava nenhuma dúvida de que a taça daquele ano deveria ficar em mãos atleticanas.

Em 2001, o time conquistou o Brasileiro da 1ª divisão. Em 31 jogos, foram 19 vitórias, seis empates e seis derrotas, marcando 68 gols e sofrendo 45. Com um futebol rápido, ousado e ofensivo, o Brasil inteiro pôde ver a força do Furacão, que empurrado por sua torcida foi vencendo um a um cada adversário. Nas partidas finais, contra o São Caetano, duas vitórias que não deixaram dúvidas sobre a superioridade do Atlético naquele ano: 4 a 2 na Baixada e 1 a 0 no Anacleto Campanella, resultados garantiram o título de melhor time do Brasil ao Furacão da Baixada.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Tá ruim mas tá bom

Pela repescagem (ou playoff) da Sul-Americana, no Paraguai, Cerro Porteño 1 x 1 Athletico. No segundo jogo de Martin Varini no comando técnico do Athletico,…