6 dez 2005 - 21h49

Guilherme: "Não vamos jogar para empatar"

Apesar de o Campeonato Brasileiro ter terminado no último domingo, o torcedor atleticano ainda tem emoções neste ano de 2005. A equipe de Juniores do Atlético disputa no sábado a grande final do Campeonato Paranaense, contra o Paraná Clube. No primeiro jogo, no CT do Caju, o Rubro-negro venceu por 3 a 2, gols de Schumacher, Thiago e Anderson Aquino. Agora, o time precisa de um empate para ficar com o bi-campeonato da competição. “Não vamos jogar para empatar. Vamos entrar em campo para vencer e conquistar o título”, afirmou o goleiro Guilherme.

Na semana que antecede o clássico decisivo, os jogadores não escondem a ansiedade. “É uma semana diferente. O Leandro (Niehues, treinador) passou para a gente que esta semana tem que ser diferente, estamos a um jogo da conquista do nosso objetivo, portanto é o jogo mais importante do ano”, disse. “A expectativa é boa, a ansiedade existe mas é aquela coisa positiva da decisão. Antes do primeiro jogo a gente ficou um pouco mais nervoso, agora já conhecemos o time adversário, já sabemos como eles jogam e de que maneira devemos atuar para sairmos vencedores”, completou o camisa número um do Rubro-negro.

O sonho do Bi

Assim como o Atlético, Guilherme também briga pela conquista do bi-campeonato Paranaense de Juniores. Natural de Cataguases (MG), Guilherme começou a carreira na Escola de Futebol de Cataguases e de lá partiu para o PSTC, de Londrina, quando finalmente chegou ao Furacão. Com a camisa atleticana, foi vice-campeão da Copa Tribuna de Futebol Junior, em 2003, e Campeão Paranaense Junior, no ano passado.

“Tenho consciência de que para o meu currículo este título é extremamente importante. Sabemos que quanto mais títulos um atleta tem em seu currículo, melhor é. Então estou me preparando junto com todo o grupo, estou me concentrando para esta partida, que é muito importante”, disse.

Este ano, Guilherme atuou em uma partida do time profissional do Atlético. Foi no dia 13 de fevereiro, na derrota por 1 a 0 para o Nacional, válido pelo Campeonato Paranaense.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…