6 dez 2005 - 10h25

Manchetes atleticanas desta terça-feira

O Atlético está convocando todos os seus sócios para a eleição da nova gestão do Conselho Deliberativo e do Conselho Administrativo do clube. A votação está marcada para o próximo dia 15 de dezembro (quinta-feira), das 14h às 19h, na sala de imprensa da Arena da Baixada. Os conselheiros eleitos tomam posse já no dia 15, logo após a proclamação dos vencedores.

 

As ações do Atlético para o ano que vem estão “suspensas” até o próximo dia 15. Nesta data serão realizadas as eleições para o Conselho Deliberativo e Administrativo do clube. E até lá o Rubro-Negro cuidará apenas de assuntos inadiáveis, nos quais, por exemplo, não se encaixa a renovação (ou não) do técnico Evaristo de Macedo.

 

O técnico do Atlético-PR, Evaristo de Macedo, lamentou a queda do Coritiba para a Segunda Divisão do Brasileiro. Para o treinador, o rival tem muito torcedores e é uma grande perda para o futebol paranaense. "É lamentável sob todos os aspectos. O Coritiba é uma grande equipe e tem um grande número de torcedores. Mas no futebol você tem de se preparar", disse Evaristo.

 

Os jogadores do Atlético entraram ontem em férias. O retorno dos trabalhos está marcado para 26 de dezembro, quando a equipe começa a se preparar para o Campeonato Paranaense – com início em 11 de janeiro. Nas próximas semanas, a diretoria começa a definir o futuro dos 144 jogadores registrados pelo clube no BID da CBF.

 

No Furacão, a urgência é a renovação de contrato de atletas que assinaram até este mês, como é o caso do atacante Finazzi e do zagueiro Adriano. O meia colombiano Ferreira teve seus direitos federativos comprados em definitivo junto ao América de Cali e fica na Arena da Baixada

 


Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…