15 dez 2005 - 11h08

De férias na Colômbia, Ferreira diz estar feliz no Furacão

Autor de nove gols com a camisa do Atlético na temporada, o meia David Ferreira, que por algumas vezes veículos de comunicação afirmaram não estar adaptado ao futebol brasileiro, está de férias na Colômbia. Lá, o “Pequeño Gigante”, como é conhecido em terras colombianas, concedeu uma entrevista ao site oficial do América de Cali, clube pelo qual foi revelado e contratado pelo Furacão, demonstrando estar adaptado e disposto a ajudar em que for necessário para que o Atlético tenha grandes conquistas no próximo ano.

Questionado sobre a oportunidade recebida na "terra do samba", o craque rubro-negro, que recentemente teve seus direitos econômicos adquiridos junto ao time colombiano e assinou contrato pelos próximos três anos, afirmou estar muito feliz em ter uma chance fora de seu país e que se sente ainda mais contente por renovar com o Atlético por um período mais longo. “Cheguei ao Brasil com a idéia de dar meu melhor e assim permanecer. Por sorte consegui o que queria e estou feliz. Além de que, desde a minha chegada, contei com o apoio de todos”, afirmou Ferreira.

O craque colombiano disse ainda que desde o momento em que chegou foi muito bem recebido por todos e que sempre teve o intuito de dar o seu melhor. Prova disso, foi ter conquistado grande parte da torcida rubro-negra em apenas seis meses no futebol brasileiro. “Eu não esperava esse recebimento e ainda mais por ser estrangeiro é necessário fazer diferença e graças a Deus eu consegui. A torcida tem sido muito boa comigo e vem me apoiando sempre, tudo isso pelo que tenho feito dentro de campo”, contou.

Sobre sua estadia durante os últimos seis meses no elenco do Atlético, Ferreira afirmou estar contente por tudo o que conquistou no período e principalmente por ter conquistado a confiança do departamento técnico, acostumando-se com o estilo do futebol brasileiro, muito mais rápido que o colombiano. “Marquei nove gols na temporada e para mim o balanço foi excelente, pois disputar um torneio muito complicado como o Brasileiro e alcançar tudo que alcancei em apenas seis meses não é fácil. Além de que, ter ganho a confiança do técnico foi muito importante”, disse o meia. Nem mesmo a diferença de idioma atrapalha pois, segundo o próprio jogador, a similaridade entre o português e o espanhol é muito fácil de ser encarada.

Ferreira retornará ao Brasil juntamente com os demais jogadores do elenco atleticano no dia 26 de dezembro, para dar início aos treinamentos da temporada 2006, que para o Atlético começa oficialmente em 11 de janeiro, com a partida contra o Galo Maringá, pelo Campeonato Paranaense. Ainda durante o primeiro semestre, o Furacão disputará a Copa do Brasil, estreando contra o Moto Clube dia 15 de fevereiro no Maranhão.

Clique aqui para ler a entrevista completa de David Ferreira ao site oficial do América de Cáli.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…