19 dez 2005 - 16h25

Imprensa paulista prevê "dura negociação" por Aloísio

A renovação dos contratos dos atacantes Aloísio e Amoroso é a prioridade da diretoria do São Paulo neste final de ano. Após a conquista do título do Mundial de Clubes da Fifa, o tricolor paulista investirá para manter o elenco campeão para a temporada de 2006. Aloísio foi titular do São Paulo nos dois jogos e teve participação decisiva. Deu passe para dois gols e sofreu um pênalti que resultou em outro tento da equipe. Na decisão contra o Liverpool, foi dele o passe para Mineiro marcar o gol da vitória.

Com isso, Aloísio valorizou-se sensivelmente. Antes de fazer sua estréia, o atacante era visto com desconfiança pela torcida e pela imprensa. Os torcedores do São Paulo ainda não ficaram totalmente convencidos (haja vista a enquete promovida pelo site TricolorMania, cujo resultado foi de 70% de rejeição ao atacante), mas os cronistas já consideram a permanência de Aloísio importante para a próxima temporada.

De acordo com reportagem da Agência Estado desta segunda-feira, o São Paulo tentou negociar diretamente com o Rubin Kazan, da Rússia, para contratar Aloísio, mas o Atlético se adiantou e adquiriu os direitos federativos do atleta para depois cedê-lo por empréstimo de três meses. O Estadão prevê "uma dura negociação" da diretoria do São Paulo com Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho Deliberativo do Atlético. Segundo a matéria, assinada pelo jornalista Simon, Aloísio quer permanecer no São Paulo, mas a "briga agora é com Petraglia, que tem uma relação ruim com o São Paulo desde a final da Libertadores".

Clique aqui para conferir a reportagem "Aloísio e Amoroso são as prioridades", da Agência Estado.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…