23 dez 2005 - 9h20

Conquista do Brasileiro 2001 completa quatro anos

A conquista do Campeonato Brasileiro de 2001 pelo Atlético completa quatro anos nesta sexta-feira, 23 de dezembro. Foi exatamente nesta data, há quatro anos, que o Furacão derrotou o São Caetano por 1 a 0 em pleno Estádio Anacleto Campanella e se consagrou o melhor time do país daquela temporada. Foi uma campanha incrível, para não deixar dúvidas. Na fase final, a equipe venceu todos os seus jogos e fez a alegria da nação rubro-negra. Relembre como foi a final do campeonato:

Antes da viagem para São Paulo, a torcida rubro-negra foi ao Aeroporto Afonso Pena dar o adeus aos jogadores e desejar boa sorte a todos. O feito surpreendeu os atletas, que ficaram bastante contente e motivados com o carinho do torcedor. Alguns poucos sortudos conseguiram ingressos para ver a partida no Anacleto Campanella, indo em excursões de avião, ônibus ou até mesmo de carro.

Sem precisar vencer a partida fora de casa, o Atlético viajou ao interior de São Paulo para fazer o mais importante jogo de sua história. Com a cidade pintada de vermelho e preto, os torcedores mal dormiram de tanta ansiedade e, em frente à Arena da Baixada, a diretoria mandou instalar um telão para que as comemorações ficassem ‘em casa’. Com um Azulão nervoso em campo, o Atlético estava administrando o resultado, mesmo sem levar perigo ao gol adversário. No segundo tempo o São Caetano já estava entregue. Tentava de todas as formas penetrar a defesa rubro-negra mas, parava na muralha chamada Flávio. Mais tranqüilo em campo e, após uma jogada de Kleber e Fabiano, Alex Mineiro chegou ao primeiro gol do jogo, quinto atleticano da final. Estava decretada a vitória e a taça, em mãos atleticanas, era erguida no interior de São Paulo.

Nunca o Natal atleticano foi tão feliz. Em 23 de dezembro, a data do segundo jogo da grande final, as ruas de Curitiba – num frio incomum para a época – foram tomadas desde o aeroporto até a Arena, esperando os campeões. As comemorações atravessaram a madrugada, nem mesmo o atraso no vôo da delegação rubro-negra de São Paulo à capital Paranaense impediu a festa. A justiça foi feita quando os times de melhor campanha decidiram o campeonato no qual todos os "queridinhos " do eixo Rio-São Paulo ficaram pelo caminho. E no final, o Atlético ainda ficou com a melhor campanha de toda a competição.

%ficha=205%



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…