27 dez 2005 - 18h32

Segundo Riva, tempo de preparação é escasso

O preparador físico do Atlético, Riva de Carli, acha que o calendário do futebol brasileiro prejudica a preparação dos clubes para a temporada. Para 2006, o Rubro-Negro terá cerca de 16 dias de treinamentos antes do início das competições oficiais. A estréia da equipe no Campeonato Paranaense está marcada para o dia 11 de janeiro, contra o Galo Maringá.

"O tempo não é suficiente. O normal seriam 40 dias para que os atletas não tenham lesões e consigam atingir a sua melhor performance", afirmou Riva, que nesta segunda-feira começou a trabalhar com os jogadores visando à próxima temporada. O preparador físico afirma que seriam necessários pelo menos mais 20 dias para que a pré-temporada fosse ideal. "O ideal seriam 40 dias, divididos em três partes: a parte física, a parte tática e os jogos amistosos", declarou.

Como o calendário não permite a preparação ideal, o jeito é improvisar. No caso do Atlético, a última parte (de jogos amistosos) será suprimida. Assim, as primeiras partidas do Paranaense acabarão servindo como uma parte da pré-temporada. "Como não é possível trabalhar em 40 dias, nós antecipamos muitas coisas com relação ao plano de trabalho. Nos primeiros dias, a prioridade será do departamento médico, mas nós também estamos aproveitando os atletas para realizar um trabalho de recuperação", revelou Riva.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Aleluia!

Pela rodada 13 do Brasileirão, no Barracão, Vitória 0 x 1 Athletico. Vindo de uma sequência horrorosa de resultados o Athletico precisava se recuperar no…