27 dez 2005 - 18h32

Segundo Riva, tempo de preparação é escasso

O preparador físico do Atlético, Riva de Carli, acha que o calendário do futebol brasileiro prejudica a preparação dos clubes para a temporada. Para 2006, o Rubro-Negro terá cerca de 16 dias de treinamentos antes do início das competições oficiais. A estréia da equipe no Campeonato Paranaense está marcada para o dia 11 de janeiro, contra o Galo Maringá.

"O tempo não é suficiente. O normal seriam 40 dias para que os atletas não tenham lesões e consigam atingir a sua melhor performance", afirmou Riva, que nesta segunda-feira começou a trabalhar com os jogadores visando à próxima temporada. O preparador físico afirma que seriam necessários pelo menos mais 20 dias para que a pré-temporada fosse ideal. "O ideal seriam 40 dias, divididos em três partes: a parte física, a parte tática e os jogos amistosos", declarou.

Como o calendário não permite a preparação ideal, o jeito é improvisar. No caso do Atlético, a última parte (de jogos amistosos) será suprimida. Assim, as primeiras partidas do Paranaense acabarão servindo como uma parte da pré-temporada. "Como não é possível trabalhar em 40 dias, nós antecipamos muitas coisas com relação ao plano de trabalho. Nos primeiros dias, a prioridade será do departamento médico, mas nós também estamos aproveitando os atletas para realizar um trabalho de recuperação", revelou Riva.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…