28 dez 2005 - 0h47

Talento pronto para estourar

Quando o torcedor começa a pensar que o Atlético vai ter problemas numa posição, eis que surge uma nova estrela brilhando nas categorias de base. Foi assim com Kleberson, Tiago Cardoso, Evandro, Jadson, Dagoberto e mais uma infinidade de craques que saíram da fábrica do CT do Caju para dar alegrias ao mundo rubro-negro. A mais nova promessa para a temporada 2006 é um atacante de 1,90m, destro e que foi o principal artilheiro da categoria júnior do futebol paranaense neste ano: Pedro Oldoni.

Apesar de nunca ter disputado um campeonato oficial pelo Atlético, Pedro tem os direitos federativos ligados ao Furacão até março. "Eu fui aprovado num teste no Atlético faz dois anos. Só que eu não tive muitas oportunidades e acabei sendo emprestado para o Cianorte", afirmou o jogador, que marcou 39 gols com a camisa do time do interior – 12 na Copa Tribuna, 5 no Metropolitano e 22 no Paranaense. Ele foi o maior goleador das duas principais competições do estado: a Copa Tribuna, no primeiro semestre, e o Paranaense, no segundo.

Pedro começou tarde a carreira de jogador. Foi apenas com 17 anos que ele se aventurou a jogar futebol de campo, depois de passar anos atuando no time de futsal da AABB. "No Atlético eu fiz um teste para o time júnior. O Leandro (Niehues, técnico dos juniores) foi quem me aprovou". E foi justamente o técnico atleticano quem chamou o artilheiro para regressar. "Logo depois que terminou o Campeonato Paranaense, o Leandro conversou comigo e pediu para eu jogar a Copa São Paulo", conta o jogador.

No Cianorte, Pedro Oldoni marcou 39 gols em 2005
[foto: arquivo pessoal]

Principal competição de juniores do país, a Copa São Paulo abre oficialmente a temporada futebolística no Brasil, começando no próximo dia 4 de janeiro. Apesar de nunca ter conquistado o título e nos últimos dois anos ter sido eliminado já na primeira fase da Copa, o Rubro-Negro acumula uma invencibilidade de dois anos na competição. Em 2004, foram duas vitórias e um empate. Já em 2005, o time conquistou dois empates e uma vitória, não conseguindo em ambas as oportunidades ficar em primeiro lugar no grupo, o que garantiria o passaporte para continuar sonhando com o título da competição.

Na Copa São Paulo 2006, o Furacão está no Grupo L, com sede em Americana. O primeiro compromisso do Rubro-Negro é no dia 4, contra o Juventude. Na seqüência, o Atlético enfrenta o time da casa, Rio Branco, além do União São João.

O jovem atacante quer seguir os passos do artilheiro
e ídolo Washington [foto: FURACAO.COM]

Pedro e o Atlético vão encontrar essas pedreiras pela frente. Nada que assuste o grandalhão rubro-negro, que espera fazer bonito na competição júnior mais importante do país. "Como eu sou alto, meu estilo é mais de área. Eu me espelho bastante no Washington. Aqui no Atlético eu sei que poderei dar muitas alegrias ao torcedor, e espero começar já na Copa São Paulo", sonha.

Com a mesma vontade que fala da Copa São Paulo, Pedro também afirma que quer permanecer no Atlético. Para isso, espera ter o seu contrato renovado. "Eu tenho vínculo com o Atlético até março de 2006. Já houve interesse na renovação e os meus empresários estão cuidando disso. Eu quero ficar", finalizou a mais nova promessa rubro-negra.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…