30 dez 2005 - 14h33

Michel Bastos diz que mudou muito em dois anos

Em 2003, o lateral-esquerda Michel Bastos foi contratado pelo Atlético cercado de muita expectativa. Revelado nas categorias de base do Pelotas, ele era apontado como um dos atletas mais promissores da posição. Tanto assim que foi contratado pelo Feyenoord, da Holanda. Porém, Michel não foi bem no Atlético e logo acabou ficando encostado. Nos anos seguintes, foi emprestado ao Grêmio e ao Figueirense. No time de Florianópolis, reencontrou o bom futebol e foi um dos grandes destaques do Campeonato Brasileiro.

É justamente essa a credencial de seu retorno para o Furacão, dois anos depois. Michel explica que amadureceu nesse período. "Eu volto mais maduro. Daquele tempo para cá, vocês vão acompanhar, mudou muita coisa", disse ele em entrevista à Rádio Banda B (AM 550), parceira da Furacao.com.

O lateral disse que em 2003 teve problemas de adaptação. "Eu cheguei no Atlético vindo da Holanda e não consegui me adaptar ao futebol brasileiro. Estou voltando agora e espero que seja diferente", afirmou. "Quando eu saí daqui em 2003 eu tinha na cabeça que iria voltar e voltar bem. Graças a Deus eu consegui. Acho que fiz um belo campeonato pelo Figueirense e espero que neste ano eu possa jogar ainda melhor pelo Atlético", prometeu o lateral.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…