7 jan 2006 - 20h14

Confira o provável time para a estréia

O auxiliar-técnico Vinícius Eutrópio comandará o Atlético nas cinco primeiras rodadas do Campeonato Paranaense. Depois de encerrar sua carreira como atleta, Vinícius tornou-se auxiliar-técnico de Artur Neto no Náutico no final dos anos 90. Em 2000, foi contratado pelo Atlético por indicação do técnico, mas permaneceu no clube mesmo após sua demissão. Nos últimos anos, Vinícius trabalhou como supervisor do departamento de formação de atletas do Rubro-Negro.

No início desta temporada, ele já comandou os atletas em um trabalho técnico-tático e terá a oportunidade de testar a formação da equipe no jogo-treino contra o Joinville, neste domingo às 17 no CT do Caju. Sem poder contar com vários atletas como Dagoberto, Fabrício, Evandro, Ferreira e Denis Marques, o auxiliar terá de escalar jogadores que estão retornando de empréstimo a outros clubes e ainda não têm o entrosamento ideal com o elenco de 2005.

O time provável para a estréia no Paranaense contra o Galo Maringá, na próxima quarta-feira, é o seguinte: Tiago Cardoso; Jancarlos, Danilo, Paulo André e Michel Bastos; Alan Bahia, Cristian, Cleverson e Caetano; Ricardinho e Cléo. Como pode se notar, o sistema defensivo é praticamente o mesmo que foi titular durante o Brasileirão 2005. Para as posições ofensivas, Vinícius tem ainda à sua disposição os meias Rodriguinho, Simão e Pezzolano e o atacante Jonatas.

Quem é quem

Tiago Cardoso: 21 anos, revelado no futebol cearense e contratado pelo Atlético em 2001. Foi titular da equipe durante várias rodadas no Campeonato Brasileiro e teve boas atuações. Deve brigar com Cléber pela posição de titular nesta temporada.

Jancarlos: 22 anos, revelado pelo Fluminense e com passagens pelo Juventude e Seleção Brasileira Sub-20. Chegou ao Atlético em 2005 e teve um início titubeante. Depois, tornou-se uma das principais armas ofensivas do Furacão no Brasileirão, especialmente com suas boas cobranças de falta. Marcou o gol mais bonito do Brasileirão 2005, segundo eleição promovida pela Rede Globo.

Danilo: 21 anos, revelado no Paulista e contratado pelo Atlético no início de 2005. Apesar de ainda ser muito jovem, correspondeu às expectativas e foi titular do Furacão durante toda a temporada passada. Foi o jogador que mais jogou pelo Atlético no último Brasileirão.

Paulo André: 22 anos, revelado pelo Guarani e contratado pelo Rubro-Negro em julho de 2005. Formou uma boa dupla com Danilo, mesmo atuando pela esquerda, posição com a qual não estava acostumado. Seguro e técnico, foi uma das principais peças da equipe no último ano.

Michel Bastos: 22 anos, revelado pelo Pelotas e com passagens pelo Feyenoord e pelo Excelsior, da Holanda. Foi contratado pelo Atlético em julho de 2003, mas não conseguiu se firmar. Nos anos seguintes, foi emprestado ao Grêmio e ao Figueirense. Pelo time catarinense, foi um dos destaques do último Brasileirão e conquistou a chance de retornar ao Furacão.

Alan Bahia: 23 anos, revelado no departamento de formação de atletas do Furacão. Estreou no profissional em 2002, mas só se tornou titular absoluto em 2004. É um dos principais jogadores do clube. Já fez mais de 140 partidas com a camisa rubro-negra.

Cristian: 22 anos, revelado no Paulista de Jundiaí. Foi contratado pelo Atlético em setembro de 2005 e imediatamente conquistou a posição de titular. Apesar de jogar como volante, costuma apoiar bastante o ataque, especialmente pelo lado direito.

Cleverson: 23 anos, revelado pelo São José-RS e com passagem pelo Novo Hamburgo. Foi contratado pelo Atlético no início de 2005, mas fez apenas três jogos pela equipe. Ficou marcado depois de um jogo contra o Paysandu, em Belém, quando entrou no lugar de Marcus Winícius no início do segundo tempo, mas foi substituído 17 minutos depois por Ticão.

Caetano: 21 anos, revelado nas categorias de base do São Paulo e com passagens pela Seleção Brasileira Sub-17, Santos e Roma de Apucarana. Foi contratado pelo Atlético no início de 2005 e marcou dois gols com a camisa rubro-negra. No segundo semestre, sofreu uma cirurgia no púbis e ficou afastado dos gramados. Apesar de no Atlético ter jogado como meia, afirma que se sente mais à vontade como atacante.

Ricardinho: 22 anos, revelado pelo Marília. Foi contratado pelo Atlético em 2003 com fama de grande revelação do futebol paulista. Graças à sua habilidade, foi apelidado de "Rei do Drible". Em sua primeira passagem pelo Furacão, demorou vários jogos para marcar um gol e acabou criticado por parte da torcida. Por isso, acabou retornando ao Marília. Em 2005, marcou nove gols no Brasileiro da Série B. Retornou ao Atlético no início desta temporada.

Cléo: 20 anos, revelado pelo Batel de Guarapuava e com uma passagem pelo Olivais e Moscavide, de Portugal, antes de ser contratado pelo Atlético em 2005. Logo que chegou, foi emprestado à Ferroviária de Araraquara, mas retornou ao clube a pedido do auxiliar Borba Filho. Participou da Libertadores e de alguns jogos do Brasileiro, tendo marcado dois gols com a camisa rubro-negra. No segundo semestre de 2005, foi emprestado ao Figueirense, mas uma contusão acabou lhe atrapalhando. Voltou ao clube nesta temporada.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…