8 jan 2006 - 15h41

Confira as transferências de ex-jogadores do Atlético

Início de ano é época propícia para transferências. Vários jogadores aproveitam para mudar de clubes e buscar novos contratos. O mercado envolvendo atletas vinculados ao Atlético vem sendo amplamente divulgado pela imprensa (clique aqui para conferir quem chega e quem deixa o Atlético em 2006).

Por curiosidade, a Furacao.com informa também o destino de jogadores que já atuaram pelo Atlético e não estavam mais no clube nos últimos meses de 2005. Na lista abaixo há desde atletas que tiveram passagens apagadas pelo clube, como o zagueiro boliviano Ronald Raldes, até a jogadores que brilharam com a camisa do clube, caso do meia Kelly.

Confira a movimentação do mercado brasileiro e onde jogarão alguns ex-atletas do Rubro-Negro (aproveite também para visitar a seção Por Onde Anda):

Kelly (meia): foi ídolo da torcida atleticana entre 98 e 2000. Depois de conquistar a Seletiva em 99 e disputar a Libertadores em 2000, foi negociado com o futebol japonês. Em 2005, retornou ao Brasil e se destacou no Brasileirão com a camisa do Cruzeiro. Depois de acertar a renovação de seu contrato com o time mineiro, aceitou uma proposta do Al Ain e se mudou para os Emirados Árabes Unidos.

Vanderson (volante): jogou no Atlético em 2003, vindo do Paysandu. Em 2005, disputou o Brasileirão pelo Papão. No final de 2005, aceitou uma proposta do Juventude, clube pelo qual já havia tido uma rápida passagem.

Badé (lateral-esquerda): jogador revelado pelo Coritiba e que jogou no Atlético no início de 2005, depois de ter feito uma boa temporada pelo Avaí. Ainda em 2005, foi emprestado ao Bahia e acabou rebaixado para a Série C. Agora, jogará no Criciúma.

Robenval (zagueiro): foi destaque no time júnior do Atlético e jogou algumas poucas partidas no profissional, ainda no início de 2005. Depois, foi emprestado ao Figueirense, onde teve poucas oportunidades. Em 2006, atuará por empréstimo no Bragantino.

Welington (volante): atleta revelado pelo PSTC e que teve poucas chances no Atlético. Nos últimos anos, jogou na Ferroviária de Araraquara, tendo um bom desempenho. Depois que deixou o Furacão, passou a jogar como meia, mais ofensivo e se especializando em cobranças de falta. Ainda tem vínculo com o Furacão e foi emprestado por um ano para o Sport.

Dennys (atacante): atacante que surgiu nas categorias de base do Paraná Clube e que teve várias passagens pelas Seleções Brasileiras Sub-17 e Sub-20. Em 2005, foi emprestado ao Sivasspor, da Turquia. Retornou em janeiro e logo em seguida foi reemprestado, desta vez ao Náutico.

Tiago Vieira (zagueiro): jogador que pertence ao Rio Branco de Americana (50%) e ao Atlético (50%). Jogou no Juventude e no Guarani. Em 2005, foi reserva do Furacão na Libertadores e, depois, emprestado ao Brasiliense. Em 2006, defenderá o Bragantino.

Donizete Amorim (volante): foi contratado do Cruzeiro em 2001, juntamente com o atacante Alex Mineiro. Seu melhor momento no clube foi na final do Campeonato Paranaense de 2001, quando marcou um gol no empate por 2 a 2 com o Paraná que valeu o título ao Furacão. Depois de deixar o Rubro-Negro, jogou no Juventude, no futebol peruano e disputou o último Brasileiro pelo Paysandu. Em 2006, disputará o Campeonato Mineiro pelo Villa Nova, de Nova Lima.

Ronald Raldes (zagueiro): jogador da seleção boliviana contratado pelo Atlético em 2004. Permaneceu apenas um mês treinando no CT do Caju e foi dispensado sob a alegação de que sua documentação demoraria muito tempo para ser regularizada. Em 2006, voltará a jogar no Rosario Central, da Argentina, clube que havia deixado há dois anos para jogar no Rubro-Negro.

Tuta (atacante): contratado pelo Atlético em 1998 depois de ter passado por Araçatuba, Portuguesa e Lousano Paulista, dentre outros. Naquele ano, foi campeão e artilheiro do Campeonato Paranaense. Depois de deixar o Atlético, jogou pelo Flamengo, Palmeiras e Coritiba, entre outros. Na última temporada, defendeu o Fluminense. Na primeira semana de 2006, aceitou uma proposta para jogar por quatro meses no Al Gharafa, do Qatar.

Luciano Santos (volante): jogou pelo Atlético em 2003, depois de ter se destacado no União São João. Foi titular durante o Brasileiro, mas acabou dispensado no início de 2004. Jogou na Portuguesa, Grêmio e Ponte Preta. Agora, acertou com o Noroeste, de Bauru, time pelo qual disputará o Paulistão 2006.

Rodrigo (meia): chegou a ser apontado como craque quando jogou no Botafogo e Atlético Mineiro. Veio para o Atlético no meio de 2005 depois de passagens ruins por Corinthians e Juventude. Reforçou o Rubro-Negro na fase final da Libertadores, mas seu desempenho foi frustrante e acabou se desligando do clube ainda em 2005. Foi para o Vasco, mas também jogou pouco. Disputará o Paulistão 2006 pela Portuguesa Santista, clube onde iniciou sua carreira.

Jean (lateral-esquerda): começou sua carreira no departamento de formação do Atlético. Titular da Seleção Brasileira Sub-20, era apontado como um dos grandes talentos já surgidos no CT do Caju. No entanto, realizou apenas dois jogos pelo time profissional do Atlético. Em 2003, foi negociado com o Feyenoord, da Holanda. Em dois anos atuando na Europa, não conseguiu se adaptar. Passou também pelo Hamburgo, da Alemanha. Há poucos dias, assinou contrato com o Fluminense.

Murilo (lateral-direita): assim como Jean, também iniciou sua trajetória no CT do Caju. Fez seus primeiros jogos no time profissional no início de 2005, quando o time reserva disputou o Campeonato Paranaense. No meio do ano, foi emprestado ao Londrina. Em 2006, será novamente emprestado, desta vez ao Bragantino.

Raulen (volante e lateral-direita): jogador polivalente surgido no São Caetano, Raulen foi contratado a pedido do técnico Mário Sérgio, em 2004. Sob o comando de Levir Culpi, tornou-se uma peça muito usada durante o Campeonato Brasileiro, especialmente improvisado na lateral-direita. Em 2005, retornou ao Azulão e na próxima temporada defenderá o Juventude.

Douglas (zagueiro): revelado pelo Londrina, Douglas foi contratado pelo Atlético em meados de 1998, ainda com idade para o time júnior. Jogou pouco no profissional e nas últimas temporadas fez uma peregrinação, tendo sido emprestado a diversos clubes, incluindo times chineses. Em 2005, destacou-se jogando o Paulistão pelo América. Com isso, foi emprestado ao São Caetano para o Brasileiro. As boas atuações chamaram a atenção do técnico Emerson Leão, que pediu sua contratação para o Palmeiras.

Flávio Luís (volante): passou pelo Atlético em 2002 e disputou a Libertadores da América com a camisa rubro-negra. Sua passagem foi apagada, mas fez dois golaços que ficarão marcados: um contra o América de Cáli e outro contra o Coritiba. Depois, passou por Internacional e Ponte Preta. Disputou o Brasileirão pelo Figueirense e em 2006 vestirá a camisa do Náutico, voltando à sua terra natal.

Jean Carlo (meia): jogou no Atlético em 1996, no ano em que o time retornou à Série A do Campeonato Brasileiro. Formou o meio-campo ao lado de Alex, Nowak e Piekarski. Depois de deixar o Furacão, passou a atuar em equipes menores e rodou o país inteiro. Em 2006, jogará pelo ABC, de Natal.

Washington (atacante): vestiu a camisa rubro-negra durante a temporada de 2004 e foi o maior goleador do time, com 44 gols. Desses, 34 foram marcados no Brasileirão, o que faz de Washington o maior artilheiro de uma edição do campeonato. Logo após o vice-campeonato de 2004, transferiu-se para o Verdy Tokyo. Com o rebaixamento da equipe, aceitou a proposta de um dos principais times do Japão, o Urawa Red Diamonds, clube que defenderá em 2006.

Notícia publicada originalmente em 28/12/2005, às 14:24:25, e posteriormente atualizada com novas transferências.



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…