10 jan 2006 - 15h02

Estadual terá bola laranja, menor e mais leve

Uma das novidades do Campeonato Paranaense 2006 será a cor da bola. O novo modelo, desenvolvido pela Penalty, é laranja e chama a atenção. Os jogadores do Atlético estão treinando com a nova bola desde o início de janeiro. Foi essa a bola utilizada no jogo-treino do Atlético contra o Joinville, no último domingo.

O modelo laranja da Penalty tem 32 gomos e possui uma tecnologia mais moderna de impermeabilização. De acordo com os fabricantes, a bola não absorve água, o que não a deixa tão pesada quando chove.

A nova bola é mais leve e menor do que a que foi utilizada no Campeonato Brasileiro. Além do Paranaense, ela será utilizada também nos campeonatos estaduais do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia, Santa Catarina, Goiás, Ceará, Alagoas, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Piauí e Sergipe.

Nesses estados, a bola laranja vem causando polêmica. Os atletas não gostaram da cor e das dimensões reduzidas.

Para o goleiro Tiago Cardoso, o peso da bola não influencia no jogo. Apesar disso, a opinião do jogador atleticano é de que a bola é mais lenta, mesmo sendo mais leve. Ele disse que tem cobrado os tiros de meta com mais força para que a bola adquira a velocidade desejada.

Confira algumas opiniões sobre a bola laranja:

"Tenho certeza de que o cidadão que inventou essa bola nunca participou de uma partida de futebol. Ela é simplesmente horrível."
(Renato Gaúcho, técnico do Vasco, reprovando o novo modelo)

"Não sei para quê isso, vamos jogar na neve?"
(Márcio, goleiro do Bahia, indignado com a cor da nova bola)

"A cor é muito chamativa e, por ser mais leve, essa bola será mais difícil de ser dominada pelos jogadores."
(Diego, goleiro do Flamengo, que não gostou da cor nem do peso)

"Imagina um jogo em Vacaria ou outro estádio do Interior à noite. Os goleiros não verão a bola. A cor laranja não ajudará."
(Ilo Roxo, preparador de goleiros do Internacional, questionando a bola em jogos à noite)

"À noite ela deve até ajudar, ela se destaca um pouco. É uma novidade."
(Artur, goleiro do Coritiba, destoando da opinião geral e elogiando a bola)

"Ela é muito leve e, com essa cor, pode prejudicar a visão do goleiro à noite."
(Max, goleiro do Botafogo, também preocupado com os jogos noturnos)

"Achei ela boa, mas me parece um pouco menor do que a outra, o que pode complicar um pouquinho a vida dos goleiros."
(Diego, goleiro do Fluminene, demonstrando que não ficou tão irritado com a mudança)

As frases citadas na reportagem foram extraídas dos seguintes sites: Lancenet!, ecbahia.com.br, Placar e clicRBS.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…