11 jan 2006 - 15h48

Atlético será o terceiro clube da carreira de Matthäus

O Atlético será apenas o terceiro time da carreira de Lothar Matthäus como técnico. Se como atleta ele teve amplo sucesso profissional (tendo defendido, além da seleção alemã, o Borussia Mönchengladbach, o Bayern de Munique, a Internazionale e o Metrostars), como treinador Matthäus ainda não teve tantas experiências. Dirigiu apenas dois clubes, além de uma seleção.

Em 2001, aos 40 anos, ele assumiu o comando do Rapid Viena, da Áustria. Permaneceu apenas oito meses e foi demitido em maio, após uma série de maus resultados. Em dezembro de 2002, foi contratado pelo Partizan Belgrado, onde ficou por um ano e conquistou o título do Campeonato de Sérvia e Montenegro com um aproveitamento de 88%. Logo depois, pediu demissão de modo surpreendente, mas já havia recebido uma proposta da seleção da Hungria.

Comandou a seleção húngara por exatos dois anos, durante as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2006. A Hungria ficou em quarto lugar no Grupo 8 da Europa e não se classificou para o Mundial.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…