11 jan 2006 - 23h10

Jogadores sentiram cansaço no final do jogo

O ritmo forte da partida, aliado ao calor resultaram no cansaço dos jogadores atleticanos no final da partida desta quarta-feira, no estádio Willie Davids, em Maringá. Um cansaço natural neste início de competição, já que a pré-temporada dos jogadores atleticanos ainda está em andamento. De acordo com o técnico-interino do Furacão, Vinícius Eutrópio, além da vitória, é preciso destacar a entrega física de todos os jogadores durante a partida.

“O time se superou. Estamos em pré-temporada, no final do jogo vários jogadores sentindo cãimbras. Mas combinamos no intervalo de ir no limite até o final do jogo. Essa é a sinceridade entre atletas e comissão, uma cumplicidade muito grande”, afirmou Eutrópio.

Cansaço apontado pelo treinador e confirmado pelos atletas. “A equipe toda jogou bem, apesar das dificuldades físicas. Na vontade conseguimos o resultado”, disse o atacante Cléo.

Para o zagueiro Paulo André, a estratégia usada para superar esse cansaço foi a vontade. “A superação dos jogadores foi fundamental, é a união dos atletas em campo. Isso prevaleceu mais do que a técnica e o físico”, disse o jogador em entrevista ao repórter Osmar Antonio, da Rádio Banda-B, parceira da Furacao.com.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…