15 jan 2006 - 19h14

Para Paulo André, derrota serviu de lição

O segundo compromisso do time em 2006 foi marcado pelas falhas nas bolas paradas, resultando na derrota para o Leão da Estradinha pelo placar de 3 a 2. Com o resultado, o time parnanguara assumiu a liderança do Grupo A do Campeonato Paranaense 2006, com 6 pontos. O Atlético continua com 3 pontos.

Para o zagueiro Paulo André, os jogadores devem ficar mais atentos com os próximos compromissos da equipe. “Temos de tirar uma lição. É difícil jogar aqui, o campo é ruim e pequeno, estava muito calor e tudo isso prejudicou muito o nosso time. Mas nós bobeamos nos três gols e perdemos o jogo. Fomos melhores no segundo tempo inteiro, apesar do gramado, onde uma bola parada decide o jogo. Também tivemos desatenção no final, o que dificultou a nossa reação, pois poderíamos ter segurado o placar”, comentou o jogador. Na opinião dele, a equipe deverá se recuperar na competição contra o Nacional, na próxima quarta-feira. “Lá na Arena vamos ter a chance de reagirmos, porque sabemos que lá é o melhor campo, podemos tocar bem a bola e ter mais facilidade”.

O zagueiro também fez questão de comentar sobre a disputa pelo título de campeão paranaense 2006. “Não tem favorito neste campeonato. A gente sabe que ele é difícil e por isso vamos pensar jogo a jogo rumo ao nosso objetivo que é o título. Como todo jogo é complicado, vamos ter atenção em cada um deles".

Também indignado com o horário do jogo, o zagueiro destacou o prejuízo do calor às equipes. “O calor prejudica não só o jogador, mas todo o espetáculo, o próprio torcedor acaba assistindo um futebol feio e sem velocidade. Até eles (jogadores do Rio Branco), que estavam mais preparados que nós, sofreram com o calor intenso”, finalizou Paulo André.



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…