17 jan 2006 - 19h57

Dia de Gabiru

Ele já fez mais de 200 jogos com a camisa rubro-negra. No carreira, os títulos de campeão paranaense em 1998, 2000, 2001 e 2002, campeão da Copa Paraná em 1998, campeão da Seletiva em 1999, campeão brasileiro em 2001 e convocações para a Seleção Brasileira. O currículo de Carlos Adriano de Souza Vieira pelo Atlético é impressionante. Diante disso, há de se perguntar: por que um jogo contra o Nacional de Rolândia, na Arena, é assim tão importante?

Explica-se: será a primeira partida do Gabiru com a camisa do Atlético depois de 18 meses. Pela segunda vez na sua carreira, Adriano terá um reencontro com a torcida atleticana. Essa história começou há oito anos, quando ele desembarcou na Praça Afonso Botelho vindo diretamente de Maceió, sua terra natal. Depois de atingir o sucesso, foi negociado com o Olympique de Marselha, da França. O primeiro reencontro com a torcida aconteceu logo depois, quando foi apresentado em grande estilo na Baixada, de portões abertas para os torcedores.

Em 2001, Adriano foi peça decisiva na conquista do título mais importante da história do clube. Em julho de 2004, foi negociado com o Cruzeiro. Sua última partida foi um 0 a 0 contra o Palmeiras, na Arena, no dia 10 de julho de 2004, pelo Campeonato Brasileiro. Entrou no segundo tempo no lugar de Jadson, que viria a ocupar seu espaço no meio-campo atleticano. Depois disso, foram 18 meses defendendo o Cruzeiro de Belo Horizonte.

De volta ao Furacão, ele está confirmado para o jogo desta quarta-feira contra o Nacional de Rolândia, na Arena. Formará o meio-campo ao lado de Alan Bahia, Cristian e Rodriguinho. Atrás, terá o apoio do goleiro Tiago Cardoso e ainda de Jancarlos, Danilo, Paulo André e Michel Bastos. No ataque, seu conterrâneo Denis Marques e um gringo – Ferreira ou Pezzolano.

Se a torcida está ansiosa para ver o Gabiru vestindo a camisa 8 rubro-negra mais uma vez, o próprio jogador não esconde a felicidade por voltar ao clube que o acolheu e lhe deu todas as oportunidades: "Vai ser uma emoção muito grande. Não vejo a hora do jogo chegar logo para eu poder voltar a jogar com a camisa do Atlético na Arena".

Paranaense – (18/01/06) – Atlético x Nacional
L: Kyocera Arena; H: 20h; A: Marcos Daniel de Camargo (PR); T: Banda B (AM 550).

ATLÉTICO: Tiago Cardoso, Jancarlos, Danilo, Paulo André e Michel Bastos; Alan Bahia, Cristian, Rodriguinho e Adriano; Ferreira (Pezzolano) e Denis Marques. T: Vinícius Eutrópio.

NACIONAL: Odair; Lucas, João Renato, Nogueira e Léo; Marcelo Foto, Magrão, Igor e Carlos Alberto Dias; Eduardo e Agnaldo. T: Dirceu de Mattos.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…