17 jan 2006 - 23h00

ETA critica Massa Sports e empresa rebate

A Confraria do Esquadrão da Torcida Atletica (ETA), lançou um movimento contra a Massa Sports, empresa do apresentador Carlos Ratinho Massa e que gerencia a carreira de vários jogadores de futebol, entre eles o atacante Dagoberto. De acordo com Doático Santos, presidente do ETA, "a Massa Sports vem influenciando o atacante Dagoberto a confrontar-se com a disciplina exigida pela comissão técnica do clube". Além disso, os empresários estariam forçando a renovação de contrato com o atacante Pedro Oldoni, uma das revelações do Rubro-negro. De acordo com o ETA, os empresários pedem 50% dos direitos federativos, R$ 100 mil antecipados e salário de R$ 5 mil no primeiro ano, R$ 8 mil no segundo ano e R$ 10 mil na terceira temporada de contrato. No momento, o atleta ganha cerca de R$ 600.

Hoje à tarde a Massa Sports divulgou uma nota oficial respondendo a Confraria. Sobre Pedro Oldoni, a empresa relata que "até a data da divulgação desta nota não recebemos nenhuma proposta oficial pela renovação do Pedro Oldoni a não ser um contrato ilegal enviado em junho pelo correio onde oferece 3 anos de contrato e induz o atleta a assiná-lo recebendo R$ 650 por mês , o que sim é um absurdo por um atleta e um clube deste nível". Já sobre o caso Dagoberto, a Massa explica que "Dagoberto tem contrato com o Atlético até o dia 23 de julho de 2007 . A multa rescisória dele é de U$ 27.300.000 para transferência internacional e 100 vezes a remuneração anual por ele obtida no último ano para transferência dentro do país. Dagoberto não recebeu nenhuma proposta para renovação de contrato com o Atlético. Recebeu vários telefonemas do exterior e do Brasil para saber de sua situação e sempre deixou claro a sua determinação de ficar no Atlético e disputar os campeonatos no Brasil a fim de tentar a vaga aberta por Ricardo Oliveira na Seleção Brasileira".



Últimas Notícias

Brasileiro

Mais do mesmo

Pela rodada 18 do Brasileirão, em Bragança Paulista, Bragantino 1 x 0 Athletico. Em mais uma jornada com a horrenda camisa amarela, o Athletico precisava…

Sul-Americana

Tá ruim mas tá bom

Pela repescagem (ou playoff) da Sul-Americana, no Paraguai, Cerro Porteño 1 x 1 Athletico. No segundo jogo de Martin Varini no comando técnico do Athletico,…