18 jan 2006 - 10h50

Diretoria do Santo André lamentou saída de Rodrigão

O atacante Rodrigão, reforço do Atlético para as próximas duas temporadas, defendeu a equipe do Santo André no ano passado. Em 30 partidas pelo time do ABC, o jogador anotou 13 gols – sendo cinco deles na Libertadores da América. Diante disso, alguns torcedores chegaram a cogitar por quais razões o Santo André teria aceitado liberar o atacante.

Na verdade, Rodrigão tinha contrato com o clube somente até o final do ano. Como ele mesmo é detentor de seus direitos contratuais, optou por não renovar e aguardar propostas de outras equipes. O jogador explica que escolheu jogar no Santo André para retornar ao mercado, pois vinha de uma contusão. "No ano de 2004 eu não tive muitos jogos devido à uma lesão e por isso precisava voltar ao mercado. Decidi escolher o Santo André porque iria disputar o Campeonato Paulista e também a Libertadores", disse ele em entrevista à Furacao.com.

Em diversas reportagens do Diário do Grande ABC, a diretoria do Santo André lamentou a saída do jogador. Confira alguns trechos:

Santo André pode dispensar algumas "estrelas" para 2006
No grupo dos chamados estrelas podem estar o goleiro Júlio César, o zagueiro Dedimar, o volante Ramalho e os atacantes Sandro Gaúcho e Rodrigão. Mas o dirigente preferiu não citar nomes quando falou sobre o assunto. (Diário do Grande ABC, 20/10/2005)

Santo André dispensa seis e perde Rodrigão
O atacante Rodrigão é a mais nova baixa do Santo André. O jogador pediu dispensa do Ramalhão porque tem uma proposta do exterior e a diretoria atendeu. (…) "O Rodrigão não quis discutir a renovação de contrato porque tem uma proposta de fora. Agora, os outros, já foram dispensados", conta o presidente Jairo Livolis. (Diário do Grande ABC, 29/10/2005)

Jairo Livolis minimiza perdas do Ramalhão e reclama dos críticos
Livolis faz questão de deixar claro que as únicas perdas do Ramalhão, até agora, foram as saídas dos atacantes Sandro Gaúcho e Rodrigão. "Uma coisa é o jogador que você não quer mais e outra é o que você quer, mas ele não pretende ficar. A perda é a saída do Rodrigão e do Sandro. Agora, Valdomiro, Careca, Marquinhos Bolacha, essa tropa toda, não foram aprovados no Santo André", explica o presidente do clube. (Diário do Grande ABC, 10/11/2005)

Sto. André busca substitutos para Rodrigão e Sandro Gaúcho
Com a perda de Rodrigão e Sandro Gaúcho, é certo que haverá contratação no ataque do Santo André. “Pretendíamos contar com um dos dois, mas não foi possível. O Rodrigão está negociando sua ida para o exterior e agora o Sandro Gaúcho também manifestou seu desejo de sair e aceitou a oferta do Marília. Foi uma super oferta. Então, passa a ser necessidade a contratação de um atacante”, conta Livolis. (Diário do Grande ABC, 12/11/2005)

Sto. André faz mistério e não divulga reforços para 2006
Aqueles que tiveram o compromisso concluído saíram naturalmente: o quarto-zagueiro Max Sandro, os volantes Careca e Marquinhos Bolacha e o centroavante Jaques. O Marília levou o atacante Sandro Gaúcho. O artilheiro Rodrigão – destaque da equipe na Série B – tem propostas do exterior. (Diário do Grande ABC, 15/11/2005)



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Aleluia!

Pela rodada 13 do Brasileirão, no Barracão, Vitória 0 x 1 Athletico. Vindo de uma sequência horrorosa de resultados o Athletico precisava se recuperar no…