18 jan 2006 - 23h03

Ferreira foi eleito o melhor jogador em campo

Adriano, Jancarlos, Denis Marques, Rodrigão e Danilo. Estes jogadores deixaram sua marca na noite de hoje e ajudaram o Atlético golear a equipe do Nacional pela terceira rodada do Campeonato Paranaense. Mas o grande destaque da partida desta quarta-feira foi o meia colombiano David Ferreira, eleito pela equipe esportiva da rádio Banda B como o melhor jogador em campo.

Foi dele o passe para o primeiro gol atleticano. Aos 15 minutos, o colombiano cruzou da esquerda para Adriano abrir o placar na Kyocera Arena. Três minutos depois, o meia tentou da entrada da área, mas a bola foi longe do gol. Já no segundo tempo, aos 35 minutos, Ferreira tentou, mas o goleiro defendeu e, na segunda chance, o colombiano acabou chutando por cima da meta adversária.

Antes de retomar sua condição de titular, o meia quase ficou de fora da partida de hoje. Seu antigo clube, o América de Cáli, havia enviado um documento informando o reempréstimo do atleta, mas em seguida mandou uma nova documentação confirmando a sua transferência definitiva para o Furacão. “Ele é um jogador altamente diferenciado, excelente e se movimenta o jogo inteiro. Até parece que ele nem teve férias, de tanto que correu hoje”, declarou o ex-jogador atleticano Sicupira e comentarista da rádio Banda B, elogiando seu desempenho em campo.

Ferreira foi um dos destaques da campanha atleticana no Campeonato Brasileiro em 2005, ficando em terceiro lugar na lista de artilheiros rubro-negros na competição, assinalando nove gols. Além disso, suas ótimas atuações em várias partidas lhe renderam o troféu Furacao.com de agosto, setembro e novembro do ano passado.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…