19 jan 2006 - 0h50

Eutrópio elogia disposição tática dos jogadores

Ao final da partida entre Atlético e Nacional, o técnico interino Vinícius Eutrópio concedeu uma rápida coletiva aos profissionais da imprensa e comentou a respeito da vitória atleticana por 5 a 1, que reabilitou a equipe no Campeonato Paranaense.

Vinícius destacou mais uma vez a importância do respeito aos adversários para que o Atlético possa trilhar o caminho de vitórias e elogiou a postura tática do time, principalmente relembrando o trabalho do ex-técnico Antonio Lopes. “O resultado já foi comprovado no passado e nós precisamos manter aquilo que tem dado certo”, afirmou.

O interino também fez questão de elogiar a volta de Erandir ao Atlético (“ele tem categoria e vai nos ajudar muito”), comentou sobre a estréia de Rodrigão e já anunciou a entrada do zagueiro Juninho no lugar de Paulo André, que cumprirá suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo.

Confira alguns trechos da coletiva à imprensa:

O JOGO

“Hoje jogamos pra frente e com alegria. O time foi bem, variando todas as posições, conforme havíamos treinado. E tudo isso facilita muito, ainda mais dentro das nossas condições físicas”.

RESPEITO

“Nós temos que ir passo a passo. Uma coisa que nós da comissão técnica sempre colocamos nas nossas reuniões é o respeito ao adversário. Para que o jogo hoje pudesse ter sido fácil, digamos assim, esse placar elástico, você precisa respeitar o outro time, mas marcando forte e tendo a apreensão de todos. Hoje ninguém saiu do ponto do jogo, todos marcaram. Tudo isso você consegue com os jogadores através de muita união, papo e treinamento. Aos poucos, nós vamos impondo isso e sempre pensando no próximo adversário, porque assim nós poderemos ficar próximos das vitórias”.

TREINAMENTO

“As coisas até acontecem por acaso, mas trabalhando a gente sempre fica mais próximo do sucesso, para que as coisas aconteçam no jogo. O professor Antonio Lopes já trabalhava essas bolas altas e eu participei disso, eu assistia a estes treinamentos de bolas paradas e nós reativamos isso. Vamos trabalhar em cima disso, pois o resultado já foi comprovado no passado. Você tem que manter aquilo que tem dado certo e sempre colocando coisas que podem acrescentar positivamente na equipe. Quantas vezes o Adriano pegou na bola e deu passes hoje? Nosso scout apontou 60 passes e de qualidade. Se você tem quatro, cinco jogadores deste porte, você precisa priorizar a qualidade. E ele marcou também. O futebol hoje tem esse complemento importante, você precisa marcar e jogar. E isso é uma grande característica do Atlético, nossos jogadores conseguem fazer isso bem”.

JUNINHO

“O Juninho provavelmente vai substituir o Paulo André, que levou o terceiro cartão amarelo hoje. É um jogador que está treinando bem e fez toda a pré temporada. Estamos trabalhando esse jogador desde o ano passado, então ele vai entrar sem problemas, é um zagueiro firme e vai ter apoio de todos ao atletas”.

ERANDIR E RODRIGÃO

“Coloquei o Erandir por uma questão tática, porque o Nacional colocou três atacantes e o nosso meio começou a ficar um pouco lento. Então eu centralizei o Erandir e o Alan Bahia e dei um pouco mais de liberdade ao Rodriguinho. Foi uma opção tática e importante porque deu pra perceber que o Erandir tem categoria e vai nos ajudar muito. Já o Rodrigão entrou para pegar mais ritmo de jogo, é um jogador que faz o trabalho do pivô muito bem. Nós já havíamos percebido essa qualidade dele em outros clubes e também no jogo-treino contra o Marcílio Dias. Então nós o colocamos no jogo para pegar ritmo e, em pouco tempo de jogo, ele deu resposta e conseguiu fazer o gol”.



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…