19 jan 2006 - 0h00

Fleury comenta a atuação de procuradores de atletas

Logo após a partida contra a equipe do Nacional de Rolândia, nesta quarta-feira, em que o Furacão venceu por 5 a 1, o presidente João Augusto Fluery da Rocha, foi entrevistado pela Rádio Transamérica sobre os acontecimentos envolvendo alguns jogadores do elenco, especialmente Dagoberto, e a empresa Massa Sports, que além do atacante, também presta assessoria para Adriano Gabiru e Pedro Oldoni, último artilheiro do campeonato de juniores.

Fleury, ao tomar conhecimento sobre um jornal distribuído pela confraria ETA na Kyocera Arena sobre o caso, demonstrou-se favorável a uma ação da torcida na realização de mudanças sobre a grande quantidade de empresas de assessoria de carreiras de jogadores que vêm surgindo. Segundo ele, não é apenas a Massa Sports que vem atuando dessa maneira, mas também diversas outras empresas e procuradores, que pedem valores exorbitantes para renovações e novos contratos.

Segundo o presidente, a continuar dessa maneira, e caso não seja tomada nenhuma providência pelas autoridades, o futebol brasileiro se tornará inviável.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…