20 jan 2006 - 12h36

Folha admite erro sobre Aloísio, mas não publica errata

Atualização de 20/01/2006 às 16h03: Posteriormente à publicação desta nota, a Folha Online publicou errata reconhecendo o equívoco cometido. Clique aqui para saber mais.

Nesta quinta-feira, dia 19 de janeiro de 2005, a Folha Online (publicação eletrônica da Folha de S.Paulo) veiculou matéria sobre a intenção do São Paulo de contratar reforços. Intitulada "Após derrota, São Paulo volta a pensar em reforços", a nota continha a seguinte afirmação: "O São Paulo também corre para comprar em definitivo os direitos federativos do atacante Aloísio, que pertencem ao Rubin, da Rússia."

Ocorre que tal afirmação está incorreta, uma vez que Aloísio tem contrato com o Atlético até 31 de dezembro de 2006 – ou seja, seus direitos federativos não mais pertencem ao Rubin. Alertada pelo torcedor atleticano Rodrigo O. Vicentini, a equipe da Furacao.com entrou em contato com a Folha Online através do formulário de comunicação de erros.

A resposta foi rápida, mas equivocada: "Caro leitor, você está enganado. Os direitos federativos de Aloísio pertencem ao Rubin, da Rússia. O clube anterior do jogador era o Atlético-PR. Agora, tanto a equipe paulista como a paranaense negociam com o clube russo para poder ficar com o jogador."

A situação de Aloísio

Diante dessa resposta, a Furacao.com enviou nova mensagem à Folha, ainda mais completa e explicando os fatos. Confira a seguir a explicação fornecida.

O atleta Aloísio José da Silva tem contrato com o Clube Atlético Paranaense até 31/12/2006. O atleta está emprestado ao São Paulo Futebol Clube até 11/02/2006. Findo o contrato de empréstimo, passa a vigorar o contrato de Aloísio com o Clube Atlético Paranaense. Ele não tem mais qualquer vínculo jurídico com o FC Rubin.

Provavelmente, a frase da mencionada reportagem foi redigida com base em informação prestada pelo São Paulo Futebol Clube ou pelo próprio atleta. Porém, é irrelevante que o São Paulo Futebol Clube ou o próprio atleta considerem que os "direitos federativos" pertencem ao Rubin. Ou seja, não é nem o caso de checar com outra fontes ou ouvir o outro lado (como determina o Manual de Redação da Folha), mas mero cruzamento de informações a partir de dados concretos, facilmente aferíveis: existe contrato em vigor entre Aloísio José da Silva e Rubin por prazo superior a 31/12/2006?

Até esta data, ele está vinculado ao Clube Atlético Paranaense, conforme o Boletim Informativo Diário da CBF de n° 207/2005. O BID de 11/11/2005 contém o registro do contrato de Aloísio com o Atlético:

PR CLUBE ATLETICO PARANAENSE Nº CBF:00004/PR 25 00118834 ALOISIO JOSE DA SILVA 00524124 11/11/2005 a 31/12/2006.

Sugerimos ainda que a equipe de reportagem da Folha Online entrasse em contato com o Sr. Luiz Gustavo Vieira de Castro, responsável pelo departamento de registros da CBF, a fim de checar a informação. Aliás, trata-se de um procedimento disposto no Manual de Redação da Folha de S.Paulo:

"Cruzamento de informações e outro lado

Toda boa reportagem exige cruzamento de informações. Esse mecanismo jornalístico consiste em, a partir de um fato transmitido por uma determinada fonte, ouvir a versão sobre o mesmo fato de outras fontes independentes. O recurso é útil tanto para comprovar a veracidade de uma notícia quanto para enriquecer a reportagem com aspectos não formulados pela fonte original. (…)

Cruzar informações e ouvir o outro lado permite, ainda, que o jornalista não endosse versões interessadas, que visem a manipulação da opinião pública, nem o erro que possa ser cometido por pessoas, instituições, empresas ou grupos. É sempre importante perguntar-se a quem uma notícia vai interessar, a quem ela traz prejuízos e quem dela se beneficia. São perguntas que ajudam a esclarecer o jogo de interesses por detrás dos fatos"

Reconhecimento

Depois desta explicação, a Folha Online admitiu o equívoco da informação prestada e alterou o teor da frase original, suprimindo o trecho que fazia referência ao Rubin. Veja como ficou a redação após a alteração: "O São Paulo também corre para comprar em definitivo os direitos federativos do atacante Aloísio."

Questionada pela equipe da Furacao.com quando a Folha publicaria uma errata na seção específica do site (Erramos), a resposta do atendimento foi a seguinte: "Caro leitor, acreditamos que não seja o caso de publicação de errata. Mais uma vez, obrigado por entrar em contato."

Com todo respeito que deve à Folha de S.Paulo, a Furacao.com continua acreditando que é caso de publicação de errata. Por isso, insistirá na ampla divulgação da correção do equívoco.



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…