20 jan 2006 - 11h17

Hamburgo considera alta a pedida por Dagoberto

O Hamburgo considerou elevado o valor a ser pago pela transferência do atacante Dagoberto, 22 anos, do Atlético. O dirigente Dietmar Beiersdorfer veio ao Brasil nesta semana, mas já voltou à Alemanha com a notícia de que "a transferência é inviável economicamente" para o Hamburgo.

De acordo com o jornal Abendblatt, Beiersdorfer e o olheiro Michael Schroeder conversaram com dirigentes do Atlético e com Naor Malaquias, sócio da empresa Massa Sports, que administra a carreira do craque. Malaquias agradeceu a sondagem do Hamburgo e disse que era uma honra para o atleta, mas ressaltou que ele pretende permanecer atuando no Atlético porque ambiciona disputar a Copa do Mundo de 2006 pela Seleção Brasileira.

Segundo especula a publicação alemã, o Atlético teria estipulado o valor de Dagoberto em cerca de 12 milhões de euros. O Hamburgo estava propenso a desembolsar aproximadamente a metade desta quantia para contar com um substituto para o belga Emile Mpenza, negociado há poucos dias com Al Rayyan, do Qatar.

A reportagem do Abendblatt (clique aqui para ler a matéria na íntegra, em alemão) afirma ainda que o Hamburgo ainda não desistiu da intenção de contar com Dagoberto no futuro, mas que neste momento o clube não está disposto a pagar uma quantia tão alta pelo jovem craque brasileiro. Por isso, Dietmar Beiersdorfer anunciou que continuará acompanhando a carreira de Dagoberto.

Sem poder contar com Dago, o Hamburgo cocentrará todos os seus esforços da contratação do também brasileiro Aílton, ex-Guarani, Werder Bremen e Schalke 04. Atualmente, o atacante é companheiro de Kleberson no Besiktas, mas está insatisfeito na Turquia.

No Brasil

A notícia também repercutiu na imprensa brasileira. A Gazeta do Povo desta sexta-feira noticia que Dagoberto recusou a proposta do Hamburgo, divulgada no Brasil em primeira mão pela Furacao.com (clique aqui para ler a matéria).

"Eles queriam levá-lo agora e falei não. É importante deixar claro que o poder de negociar é só do Atlético, mas adiantamos que o Dagoberto não quer sair", afirmou Naor Malaquias em entrevista à Gazeta.

Clique aqui para ler a matéria da Gazeta do Povo.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…