29 jan 2006 - 23h32

Atleticanos farão mosaico em homenagem a Matthäus

Na partida em que estrear no comando do Atlético, o técnico Lothar Matthäus receberá uma homenagem especial da torcida atleticana. Os torcedores planejam fazer um mosaico dando as boas-vindas ao alemão. A coreografia fará uma referência à Alemanha, país de Matthäus, mostrando ao treinador que no Atlético ele poderá se sentir em casa.

“Acreditamos que esta é uma maneira original de mostrarmos ao Matthäus o quanto estamos felizes com a sua contratação. Lothar Matthäus é um grande ídolo do futebol mundial e para nós, atleticanos, é uma honra tê-lo aqui conosco”, afirmou o presidente da Comissão de Mosaicos, Thiago Henk.

Para que o Mosaico fique ainda mais bonito e completo que os anteriores, a Comissão pede que o torcedor atleticano compareça no setor Buenos Aires Superior, local onde será realizada a coreografia. “A formação do mosaico não depende apenas de nós. É um conjunto de organização com a torcida e essa precisa comparecer em grande número para formarmos o mosaico. ", afirmou Henk.

História dos Mosaicos

A homenagem a Lothar Matthäus será o quarto mosaico a ser realizado pela torcida atleticana. A idéia, pioneira no Brasil, estreou oficialmente no dia 20 de agosto de 2005, na partida entre Atlético e São Paulo, na Kyocera Arena. Naquela oportunidade, os torcedores formaram um gigantesco painel com as iniciais do clube – CAP.

A segunda edição aconteceu no dia 02 de outubro, no jogo do Furacão contra o Flamengo. Neste, a idéia empregada foi reverenciar as duas principais conquistas do clube: os títulos Brasileiros da 2ª divisão (em 1995) e da 1ª divisão (em 2001), com os painéis formando as duas estrelas que simbolizam as conquistas.

E o terceiro Mosaico foi no clássico entre Atlético e Paraná Clube, no dia 30 de outubro de 2005, com os torcedores formando uma enorme bandeira do estado do Paraná nas cores rubro-negras, numa referência à maior torcida do estado – “O Paraná é Rubro-negro”.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…