31 jan 2006 - 21h08

Dago, Ivan, Fabrício e Evandro participaram do treino

Não foi apenas a presença do técnico Lothar Matthäus a novidade nos treinamentos desta terça-feira, no CT do Caju. Depois de passarem meses em recuperação no departamento médico, os meias Evandro e Fabrício, o lateral-esquerda Ivan e o atacante Dagoberto voltaram a realizar os trabalhos com bola junto com o restante do elenco do Rubro-negro. As presenças de Dagoberto, Evandro e Ivan já eram esperadas pela comissão técnica, conforme noticiou a Furacao.com no sábado (Dagoberto, Evandro e Ivan voltam aos treinos com bola). A surpresa ficou por conta do retorno do meia Fabrício, que pelas informações iniciais precisaria ainda de mais alguns dias antes de voltar a treinar com bola.

O quarteto volta aos trabalhos com vontade de mostrar um bom futebol, tendo como incentivo ainda maior a presença do novo técnico atleticano. “Estamos (Ivan, Fabrício, Evandro e Dagoberto) tranqüilos agora e com muita esperança de que tudo vai dar certo para nós. No começo sempre tem um pouco de insegurança no local que foi lesionado. Mas como a vontade de jogar é maior, vamos esquecer isso”, afirmou o lateral-esquerda Ivan.

A expectativa é de que os quatro jogadores possam atuar na partida deste sábado, contra o Galo Maringá, na Baixada. O jogo marca a estréia oficial de Lothar Matthäus no comando-técnico do Furacão.

Confira como foi o processo de recuperação de Dagoberto, Ivan, Fabrício e Evandro:

Dagoberto: Desde 2004, Dagoberto vem convivendo com uma triste rotina: o Departamento Médico. Em 17 de outubro de 2004, na partida entre Atlético e Paraná Clube, na Baixada, Dago sofreu uma séria lesão no ligamento cruzado do joelho esquerdo, sendo operado nos Estados Unidos. A recuperação foi lenta e, de lá para cá, atuou em apenas oito jogos do Furacão, todos no ano passado – nos dois clássicos contra o Coritiba, no Campeonato Brasileiro, e contra Flamengo, Fortaleza, Brasiliense, Atlético-MG, Paraná e Palmeiras. O último jogo de Dagoberto com a camisa atleticana foi no dia 06 de novembro de 2005, contra o Palmeiras, na Kyocera Arena. Naquela oportunidade, o jogador saiu de campo no final do primeiro tempo reclamando de dores musculares, quando foi constatada uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda.

Fabrício: O meia atleticano não disputa uma partida desde o dia 20 de agosto, quando o Atlético recebeu o São Paulo na Kyocera Arena. Neste jogo, logo aos 12 minutos, uma entrada violenta do zagueiro são-paulino Alex rompeu o ligamento colateral medial do joelho esquerdo de Fabrício, que teve que ser submetido a uma cirurgia. Nesses quase cinco meses de recuperação, o jogador fez cirurgia, fisioterapia, além dos trabalhos físicos para voltar a ter o condicionamento normal para uma partida.

Ivan: Uma torção no tornozelo quando ainda defendia o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, fez com que Ivan ficasse desde maio afastado dos gramados. Mesmo podendo fazer o tratamento na Europa, ele preferiu voltar ao Brasil para fazer a cirurgia no tornozelo e se recuperar no CT do Caju. No final do ano, quando venceu seu empréstimo com os ucranianos, Ivan foi reintegrado ao elenco atleticano.

Evandro: O meia participou normalmente de toda a temporada do Atlético em 2004, estando presente, inclusive, no último jogo do Furacão no Brasileiro 2005, contra o São Paulo, no dia 04 de dezembro. Ao retornar das férias, no entanto, o jogador reclamou de dores na região do púbis, sendo necessário o tratamento no DM.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…