4 fev 2006 - 11h10

Manchetes atleticanas deste sábado

Matthäus troca goleiro e estuda outras mudanças no time
As mudanças no início da “era Lothar Matthäus” no Atlético começam justamente pelo gol. No primeiro trabalho coletivo do novo treinador do Rubro-Negro, sai de cena Tiago Cardoso, em má fase neste início de temporada, e Cléber ganha a camisa 1 com a responsabilidade de repetir o excelente trabalho realizado no ano passado no Santa Cruz. Empolgado com a oportunidade, o simpático “Mixirica”, como é chamado pelos companheiros, espera acabar com a temporada de testes no CT do Caju e se fixar na posição.

 

“Jeitinho” põe tradutor no banco
A Federação Paranaense de Futebol (FPF) abriu uma exceção e autorizou, no início da noite de ontem, a presença do tradutor Jost Vieth (pronuncia-se Iost Fit) ao lado de Lothar Matthäus, amanhã, contra Galo Maringá, na estréia oficial do treinador à frente do Atlético.

 

Matthäus é atração no Furacão contra o Maringá
A partida deste domingo na Kyocera Arena, contra o Maringá, válida pelo início do returno do Estadual, seria mais uma partida comum para o torcedor atleticano. Porém, a partir das 17h, um campeão do mundo estará pisando pela primeira vez o gramado da Baixada. Depois de seis dias em Curitiba, o alemão Lothar Matthäus fará sua estréia no comando técnico do Atlético-PR.

 

Alemão vai dar as ordens na Arena
Técnico novo, time novo. O alemão Lothar Matthäus estréia no comando do Atlético no próximo domingo, quando o time enfrenta o Galo Maringá, às 17 horas na Arena, pela 8ª rodada do Paranaense. Para seu primeiro jogo, o treinador decidiu mudar a equipe, abandonando o esquema tático 4-4-2 — utilizado no clube desde maio de 2005.

 

Matthaus muda sistema tático do Atlético
O alemão chegou mudando as coisas no Atlético. Após assumir oficialmente o comando da equipe nos treinos, Lothar Matthaus já adianta mudanças em sua estréia, amanhã, contra o Galo Maringá, na Kyocera Arena. Uma delas é o retorno para o sistema tático com três zagueiros, no 3-5-2, e a outra é a possibilidade da volta do atacante Dagoberto.

 

Matthäus promete mudanças no time
Bastou o Atlético virar o jogo pra cima do Cianorte, quarta-feira, para o técnico Lothar Matthäus pensar seriamente em fazer o Furacão voltar a atuar no sistema com três zagueiros, que não vinha sendo utilizado desde que o Marcão voltou a ser utilizado como lateral-esquerdo, antes de ir embora.

 


Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…