8 fev 2006 - 22h00

Troco na medida certa

Foi sofrido. Mas no final os torcedores atleticanos saíram da Kyocera Arena dando risada. O rubro-negro teve que suar muito para conseguir vencer o bom time do Rio Branco na noite de quarta-feira. Com gols de Michel Bastos, Paulo André e Rodrigão, o time assumiu, pela primeira vez, a liderança isolada do Grupo A do Campeonato Paranaense. O resultado da partida (3 a 2) foi semelhante a do primeiro turno, em Paranaguá. Só que desta vez a vitória ficou com o Furacão.

As bolas aéreas foram as vilãs do time atleticano no primeiro tempo. Com um sistema defensivo desatento, Cleomir cobriu falta da direita e Rodrigo desviou de cabeça para fazer 1 a 0. Não demorou muito e o Atlético empatou. Dagoberto escapou pela esquerda, fez um bom passe para Michel Bastos chutar forte de fora da área. O gol empolgou o rubro-negro, que passou a pressionar o time parnanguara. Aos vinte e cinco minutos, Paulo André marcou o segundo do Furacão. Michel Bastos bateu falta com precisão na cabeça do zagueiro.

Mesmo com bom toque de bola e avançadas perigosas, o Atlético foi surpreendido mais uma vez pelo alto. Em nova falta – desta vez pela esquerda – Amaral soube aproveitar a indecisão dos jogadores e igualou mais uma vez o placar. A maior chance do terceiro gol na Kyocera Arena foi de Dagoberto. Pezzolano fez linda jogada pela esquerda e tocou para Dago, livre na área. Ele bateu com categoria por cima do goleiro e a bola só não entra porque Júlio César se jogou na bola e conseguiu cortar de voleio.

Vontade

O segundo tempo foi só do Atlético. Atuando com o apoio dos alas, o Furacão fez uma blitz em cima do time parnanguara. Apesar de atuar com disposição, as finalizações não eram das melhores: Michel Bastos continuou chutando as faltas na barreira e as bolas levantadas na grande área não eram bem aproveitadas.

O Rio Branco ficou com um jogador a menos aos 11 minutos. Cleomir foi expulso depois de dar uma cotovelada, fora do lance, em cima de Dagoberto. A vontade de vencer aumentou ainda mais no time rubro-negro. Só que, afoito, os jogadores continuavam errando no arremate final.

Indo para o tudo ou nada, o técnico Lothar Matthäus fez três alterações no time. Saíram Pezzolano, Cléo e Simão para as entradas de Denis Marques, Rodrigão e Cleverson, respectivamente. E as alterações surtiram efeito. Aumentando a velocidade do meio-campo para frente, o Atlético pressionou o Rio Branco até o time do litoral ceder.

Aos 39 minutos, depois da cobrança de escanteio, bate-rebate na área, a bola sobrou para Rodrigão marcar o terceiro gol na Kyocera Arena. Alívio para os mais de 9 mil torcedores que empurraram o Furacão para a liderança isolada do Grupo A. O rubro-negro volta a campo no domingo, em Rolândia, contra o Nacional.

%ficha=476%

Melhores momentos da partida

Primeiro tempo
01 min – Começa a partida na Kyocera Arena.
05 min – Dagoberto recebe cruzamento de Pezzolano pela esquerda e toca no canto do goleiro Vilson, mas o goleiro salva com os pés.
09 min – Neizinho cobra falta, mas a bola passa à esquerda de Cléber.
12 min – Dagoberto chuta de direita de fora da área e assusta o goleiro Vilson.
17 min – Gol do Rio Branco. Clemir cobra falta da direita, alça a bola na área e Rodrigo desvia de cabeça para o fundo da rede.
19 min – Gol do Atlético. Dagoberto avança pela esquerda e rola para Michel Bastos, que enche o pé e empata o jogo.
25 min – Gol do Atlético. Michel Bastos cobra falta da direita na pequena área. Paulo André desvia de cabeça e vira o jogo.
29 min – Gol do Rio Branco. Ratinho cobrou falta na área e Amaral cabeceou para o gol.
35 min – Milagre na Kyocera Arena. Pezzolano faz linda jogada pela esquerda e toca para Dagoberto, livre na área. Ele bate com categoria por cima do goleiro e a bola só não entra porque Júlio César se joga na bola e consegue cortar de voleio.
43 min – Boa jogada do Atlético. Erandir toca para Jancarlos na ponta-direita. Ele cruza para a área, Pezzolano ajeita de cabeça, Cléo rola e Dagoberto chuta, mas a bola desvia na zaga.
46 min – Dagoberto completa cruzamento de longa distância e a bola passa raspando a trave.
48 min – Fim do primeiro tempo.

Segundo tempo
01 min – Começa o segundo tempo.
08 min – Neizinho arrisca de longe e Cléber espalma para escanteio.
11 min – Fora do lance, Cleomir dá uma cotovelada em Dagoberto e recebe o cartão vermelho.
17 min – Após boa troca de passes do ataque, Michel Bastos cruza da esquerda e Simão desvia. A bola passa raspando a trave.
20 min – Jancarlos cobra falta no cantinho e Vilson faz ótima defesa.
29 min – Denis Marques ajeita com o peito e Alan Bahia chuta para fora.
33 min – Rodrigão aciona Denis Marques na entrada da área. O atacante chuta por cima da trave.
34 min – Dagoberto chuta na trave. No rebote, Michel Bastos chuta por cima.
39 min – Gol do Atlético. Dagoberto cobra escanteio da esquerda, Alan Bahia desvia de cabeça e Rodrigão empurra para o fundo da rede.
48 min – Fim de jogo.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…