9 fev 2006 - 11h13

Confira os principais itens do regulamento

Veja abaixo os principais itens do regulamento do Campeonato Brasileiro de 2006, divulgado nesta quarta-feira pela CBF. Há poucas novidades em relação ao regulamento do ano passado. As mudanças mais marcantes são quanto ao núemro de participantes (de 22 para 20 clubes) e quanto à divisão da renda nos clássicos estaduais:

Participantes
O Campeonato Brasileiro de Clubes da Série A de 2006 será disputado por 20 clubes. O Campeonato de 2005 foi disputado por 22 clubes (art. 1°). Grêmio Football Porto Alegrense e Santa Cruz Futebol Clube obtiveram o acesso em 2005. Brasiliense Futebol Clube, Clube Atlético Mineiro, Coritiba Foot Ball Club e Paysandu Sport Club foram rebaixados (art. 2°).

Vagas na Libertadores
Os três primeiros colocados do Brasileiro 2006 têm vagas asseguradas na Copa Libertadores de 2007. O quarto colocado disputará a primeira fase da Libertadores 2007 em um confronto direto contra um clube estrangeiro. Caso um clube brasileiro seja campeão da Libertadores 2006, então o terceiro colocado do Brasileiro 2006 também disputará essa primeira fase da Libertadores 2007 (mata-mata). Caso o campeão da Copa do Brasil termine entre os quatro primeiros do Brasileiro, classificar-se-á para a Libertadores o quinto colocado (art. 4°).

Vagas na Sul-Americana
O campeão e os clubes classificados nas sete posições subseqüentes às dos classificados para a Copa Libertadores de 2007 terão vagas asseguradas na Copa Sul-Americana 2007 (ou seja, do 5° ao 11° colocado ou do 6° ao 12° caso o campeão da Copa do Brasil termine entre os quatro melhores). Apenas o campeão brasileiro poderá disputar a Libertadores 2007 e a Sul-Americana 2007 (art. 5°).

Inscrição de atletas
Terão condições de jogos os atletas cujos nomes constem no BID publicado até o último dia útil anterior ao da realização da partida (art. 7°). As inscrições de atletas serão permitidas até o dia 22 de setembro de 2006 – véspera da 26ª rodada (art. 8°). Os atletas poderão trocar de clube desde que tenham disputado no máximo seis partidas pelo clube de origem (art. 9°).

Critérios de desempate
Será campeão o clube que somar mais pontos aos final dos dois turnos. Os critérios de desempate são os seguintes: 1º) maior número de vitórias; 2º) maior saldo de gols; 3º) maior número de gols pró; 4º) confronto direto (quando o empate ocorrer apenas entre dois clubes); 5°) menor número de cartões recebidos (vermelhos, e depois amarelos); 6º) sorteio. Poderá haver jogo extra para decidir o campeão ou um clube rebaixado caso haja empate apenas entre dois clubes e em todos os critérios até o 5°; ou seja, haverá jogo extra antes do sorteio (art. 12).

Rebaixamento
Serão rebaixados para a Série B de 2007 os quatro piores classificados. Os quatro primeiros clubes classificados na Série B em 2006 ascenderão à Série A em 2007 (art. 14).

Renda
A renda líquida dos jogos pertencerá ao mandante. Em caso de clássico estadual, a renda será dividida em 60% para o vencedor e 40% para o perdedor ou 50% para cada time em caso de empate (art. 15°). Esta é uma novidade do Brasileirão. No ano passado, a renda dos clássicos pertencia ao clube mandante.

Ingressos
O preço mínimo do ingresso é de R$ 10,00 (art. 16). Outra inovação: no ano passado não havia valor mínimo de ingresso.

Despesas
Todas as despesas com transporte aéreo e terrestre, hospedagem e alimentação, serão da responsabilidade dos clubes (art. 19).

Estádios
Todos os estádios deverão possuir laudos emitidos por Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária (art. 21) e deverão ter capacidade mínima para 15 mil espectadores sentados (art. 22).



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…