15 fev 2006 - 23h55

Moto? O Atlético é Harley Davidson

O Atlético nem precisou do segundo jogo para garantir a vaga na próxima fase da Copa do Brasil. Com gols de Dagoberto, Paulo André e Ferreira – Válber descontou para o Moto Club – o Furacão agora espera o vencedor do confronto entre Volta Redonda x América MG. A vantagem é dos cariocas, que nesta quarta-feira venceram pelo placar de 2 a 1.

A partida no Maranhão começou muito tranqüila para o Atlético. Logo aos cinco minutos o atacante Dagoberto cobrou falta da esquerda, direto para o gol. Enquanto a zaga adversária esperava pelo cruzamento, Dago mandou direto para as redes. Três minutos depois, nova jogada de ataque do Furacão. Desta vez foi o zagueiro Paulo André que soube explorar o rebote e ampliou.

O jogo passou a ficar truncado no meio-campo, com poucas chances de ataque dos dois times. Do lado do Moto Club, Válber incomodava a dupla de zagueiros do Atlético, mas nada que interferisse no placar. Já o Atlético parecia satisfeito com a vantagem de dois gols e passou a segurar mais a bola no campo de defesa. Só aos 31 minutos é que o rubro-negro paranaense fez o terceiro. Dagoberto fez mais uma excelente jogada e cruzou para Ferreira, de cabeça, fazer o primeiro gol dele na Copa do Brasil e o terceiro do Furacão.

Vantagem ameaçada

O segundo tempo começou com um Atlético bastante apático. Pressionado no campo de defesa, o Moto Club tentou de todas as formas diminuir o placar. Todas as jogadas passavam pelos pés de Válber. Ele e Gabriel conseguiam segurar bem a bola, mas para a sorte do time paranaense a finalização não saía de forma correta. E quando saía, Tiago Cardoso promovia milagres no gol.

O que Tiago Cardoso não conseguiu evitar foi um pênalti, aos 37 minutos finais. Gabriel driblou o goleiro atleticano que, para não sofrer o gol, derrubou o atacante do Moto. Válber cobrou e marcou. A partida foi tomando ares de desespero para os torcedores atleticanos, que esperavam o fim do jogo. Se o Moto Club marcasse mais um gol, o Atlético seria obrigado a atuar na próxima quarta-feira, na Kyocera Arena. Aos 50 minutos do segundo tempo, o alívio. Com o placar de 3 a 1, o Furacão já deu o primeiro passo para a conquista da Copa do Brasil, a prioridade do clube em 2006.

%ficha=478%

Veja como foi a narração online da Furacao.com

Primeiro tempo
47 min – Fim do primeiro tempo
41 min – Selmir passou por dois marcadores e tocou para Dagoberto. A bola foi para fora
38 min – Jefferson falhou e Dagoberto perdeu a chance de marcar mais um
31 min – Gol do Atlético. Bela jogada de Dagoberto. Ele saiu da meia esquerda e fez o cruzamento para Ferreira marcar o terceiro
28 min – Válber cobrou a falta na barreira. O Atlético segue para o ataque
27 min – Falta para o Moto Club perto da área
25 min – Válber tocou para Gabriel. A arbitragem anotou impedimento
22 min – Alan Bahia armou o contra-ataque, Jancarlos não conseguiu prosseguir no lance
20 min – Michel Bastos fez boa jogada, mas a zaga mandou para longe
Quer ganhar um carro? Vote na Furacao.com no iBest
16 min – Válber chutou com perigo. A bola passou perto do gol de Tiago Cardoso
14 min – O jogo começou a ficar truncado no meio-campo, sem chances para os dois times
11 min – Tiago Cardoso defendeu a bola cruzada do escanteio
11 min – Escanteio para o Moto Club
8 min – Gol do Atlético. Paulo André aproveitou o cruzamento da direita de Michel Bastos e, de canhota, o zagueiro ampliou
7 min – Jancarlos arrancou para o ataque. Quase o segundo do Atlético
5 min – Gol do Atlético. Dagoberto bateu falta na lateral do gramado e chutou. Quase sem ângulo, a bola entrou com efeito e enganou o goleiro
1 min – O Atlético chegou com perigo. Dagoberto quase marcou, mas o juiz anotou impedimento

Segundo tempo
50 min – Fim de jogo
48 min – Dagoberto prendeu a bola no ataque e Givanildo despachou
47 min – A partida ainda não terminou no Maranhão
44 min – O atacante Dagoberto foi atendido pelo departamento médico no gramado
Concorra a um carro. Vote na Furacao.com no iBest
39 min – Substituição. Saiu Alan Bahia e entrou Bruno Lança
38 min – Michel Bastou quase fez o quarto gol do Furacão
37 min – Gol do Moto Club. Válber marcou para o Moto Club
36 min – Pênalti para o Moto Club. Tiago derrubou Gabriel dentro da área
34 min – Tiago Cardoso fez milagre e evitou, mais uma vez, o gol do Moto
33 min – Ferreira tocou para Dagoberto. O goleiro Marabá praticou firme defesa
26 min – Pressão do Moto Club. O Atlético aguarda o momento certo para contra-atacar
21 min – Erandir tocou para Jancarlos. A zaga tirou mas quase Dagoberto chegou para fazer mais um
18 min – Substituição. Saiu Selmir e entrou Cléo
17 min – Dagoberto partiu para cima, mas na hora de finalizar não conseguiu concluir com sucesso
10 min – Gabriel chutou, a bola bateu na zaga e Válber não aproveitou o rebote
8 min – Tiago fez nova intervenção e impediu o primeiro gol do Moto Club
7 min – Ferreira escapou no meio-campo. O colombiano só foi parado com falta
4 min – O Atlético já sai em contra-ataque
4 min – Tiago Cardoso deu um tapa na bola num chute com perigo. A bola foi para escanteio
1 min – Gabriel chutou com perigo. A bola foi para fora
1 min – Os dois times começam o segundo tempo com as mesmas formações



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…