17 fev 2006 - 10h35

"São Paulo atravessou o negócio", diz agente de Lima

O agente autorizado pelos árabes para negociar Lima no Brasil, Salvador Giuseppe Dioguardi, afirmou que a diretoria do São Paulo atravessou o negócio do Palmeiras com o Al-Ittihad.

Segundo o agente, Lima já estava praticamente certo com o Palmeiras, e a diretoria do clube do Morumbi sabendo disso foi direto ao Al-Ittihad acertar a contratação do jogador.

O agente disse também que chegou a conversar com o vice de futebol do São Paulo, Juvenal Juvêncio, e avisá-lo da negociação com o Palmeiras. O clube tricolor, então, foi ao Al-Ittihad, tratou com Dico Xavier, procurador de Lima, e contratou o atacante.

"Houve quebra de conduta, pois só eu estava autorizado (a negociar Lima com Palmeiras) e o São Paulo foi notificado. E o procurador (Dico Xavier) é despreparado, não é agente Fifa. Encaminhei um processo para a Fifa", declarou Dioguardi.

"O Palmeiras foi ético, mantendo sigilo absoluto. O São Paulo atravessou o negócio", concluiu o agente.

O diretor de futebol do Palmeiras, Salvador Hugo Palaia, voltou do Paraguai dando como quase certa a contratação do atacante Lima, e ficou surpreso com a notícia de que o atacante assinou com o São Paulo. Ele afirmou que tudo estava encaminhado e que pretendia anunciar o reforço em breve.

"Nós conversamos com um representante legal do Al-Ittihad. Estávamos negociando em sigilo faz tempo, mais de 30 dias", afirmou o dirigente.

"Não houve queda-de-braço. O problema são os pseudoprocuradores. Depois disso, o Palmeiras perde o interesse. A gente não entra em leilão. Não sei se o São Paulo sabia ou não. Não quero criar essa rivalidade", declarou Palaia.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…