20 fev 2006 - 10h07

De lavar a alma

Enfim, o Atlético fez valer a força do Furacão. Essa é a sensação que a torcida atleticana teve após a goleada por 6 a 0 sobre o Francisco Beltrão, no Estádio Anilado. Apesar do time ser um pouco diferente do que iniciou a partida de quarta-feira, pela Copa do Brasil, manteve o mesmo ritmo e, ao natural, goleou os donos da casa. Foram quatro as novidades, com as entradas do goleiro Cléber, do zagueiro João Leonardo, de Bruno Lança improvisado na lateral-direita e do meia Evandro.

O jogo começou em ritmo acelerado e logo aos dois minutos o Atlético já esboçava que viria com força de Furacão. Após a cobrança de falta de Dagoberto da esquerda, o zagueiro Paulo André se antecipou ao goleiro desviou a bola para o fundo das redes do goleiro Rafael, abrindo o placar no Anilado.

O ritmo forte diminuiu um pouco a partir dos 18 minutos, quando o lateral-esquerda Michel Bastos e o atacante Baby trocaram cotoveladas, mas o árbitro só expulsou o atleticano, que já tinha amarelo. Com um a menos em campo, o Atlético passou a levar sufoco dos donos da casa, que esbarravam nas boas defesas do goleiro Cléber.

Segundo tempo: em ritmo de Furacão

Na etapa final, o Atlético voltou novamente em ritmo acelerado, pronto para definir a partida. Logo aos 3 minutos, após a cobrança de falta de Dagoberto, Selmir ampliou o placar. Cinco minutos depois, Arthur fez falta violenta em Dagoberto e tomou o cartão vermelho. Com um jogador a menos para cada lado, estava aberto o caminho para a goleada.

Aos 16 minutos, Erandir invadiu a área, tentou chapelar o goleiro Rafael e foi derrubado. O árbitro Antônio Denival de Moraes assinalou o pênalti e expulsou o camisa número um do Beltrão. Na cobrança, Dagoberto fez o terceiro do Furacão.

Empolgado na partida, o Atlético foi para cima, desenhando a goleada. Aos 22 minutos, Dagoberto infernizou a zaga adversária pela direita e cruzou a bola, que sobrou para o zagueiro Erandir concluir. Sete minutos depois, foi a vez do colombiano David Ferreira marcar o dele. E, aos 44 minutos, depois da boa jogada de Dago pela esquerda, Denis Marques fechou a goleada: 6 a 0 para o Atlético.

Agora, o Furacão tem uma semana de descanso para se preparar para o próximo compromisso pelo Estadual, no fim-de-semana, contra o Iraty, na Kyocera Arena.

%ficha=479%

Melhores momentos da partida

Primeiro tempo
03 min – Gol do Atlético. Dagoberto cobra falta da esquerda na área e Paulo André desvia para abrir o marcador.
10 min – Selmir recebe livre na frente do goleiro, mas perde o domínio da bola.
12 min – Dagoberto domina na grande área pela esquerda e tenta encobrir o goleiro Rafael. A bola passa perto.
16 min – Baby faz boa jogada e arrisca, mas a bola passa perto.
18 min – Jefferson Cruz e Michel Bastos trocam cotoveladas, mas só o atleticano é expulso.
36 min – Baby faz boa jogada e cruza para Jefferson Cruz, mas Cléber intercepta.
37 min – Ferreira rouba a bola, lança Dagobeto, que cruza para Selmir, mas o atacante chega atrasado.
38 min – Na risca da pequena área, Jefferson Cruz bate para o gol e Cléber faz ótima defesa.
46 min – Pressão do Francisco Beltrão. Neto invade a área e chuta. Cléber pratica boa defesa.
48 min – Fim do primeiro tempo.

Segundo tempo
02 min – Wilson cobra falta rasteira e Cléber defende.
03 min – Gol do Atlético. Dagoberto cobra falta da direita, a bola passa por toda a zaga e Selmir cabeceia para o gol.
08 min – Arthur comete falta violenta em Dagoberto e é expulso.
10 min – Moreno invade a área e bate forte de esquerda, mas Rafael espalma para escanteio.
16 min – Pênalti para o Atlético. Erandir invade a área e tenta dar um chapéu no goleiro Rafael, que o derruba. Rafael é expulso.
18 min – Gol do Atlético. Dagoberto cobra o pênalti e amplia o marcador.
22 min – Gol do Atlético. Dagoberto faz excelente jogada pela direita e cruza. A zaga falha e a bola sobra para Erandir mandar para o fundo da rede.
29 min – Gol do Atlético. Contra-ataque rápido do Atlético, Dagoberto lança Ferreira, que invade a área. O goleiro Jeferson defende o primeiro chute, mas a bola bate no colombiano novamente e entra no gol.
44 min – Gol do Atlético. Dagoberto dá um baile no zagueiro pela esquerda, fica frente a frente com o goleiro e só rola para Denis Marques marcar o sexto gol.
45 min – Fim da partida.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…