23 fev 2006 - 20h40

Justiça autoriza Aloísio a disputar a Libertadores

A Justiça do Trabalho revogou parcialmente a liminar concedida ao Atlético pela Juíza da 1ª Vara do Trabalho de Curitiba, que havia determinado que Aloísio se apresentasse de imediato ao Atlético, sob pena de multa diária de R$ 72.000,00.

O jogador "desviou" do oficial de justiça desde então e não foi intimado da decisão, em razão do que não ficou obrigado formalmente a cumpri-la. Enquanto isso, o São Paulo recebeu intimação e apresentou recurso, que agora obteve provimento.

O advogado do Atlético, Dr. Marcus Malucelli ressalvou que a decisão revogou apenas parcialmente a liminar, permitindo tão somente que o atleta a participe da primeira partida do clube paulista pela Copa Libertadores, no dia 1º de março. Porém, no dia 3 o atleta terá que comparecer à audiência de conciliação na 1ª Vara de Curitiba.

O patrono atleticano ainda contestou a infirmação de que a CBF teria registrado Aloísio como jogador do São Paulo: "Essa informação não é oficial. Não conseguimos confirmar essa informação ainda. Até ontem o Aloísio estava no BID registrado pelo Atlético."

Por fim, o Dr. Marcus Malucelli disse que o Atlético tem outros documentos que ainda não foram juntados ao processo e que podem reverter novamente a decisão judicial: "Estamos confiantes na vitória".

Com informações de Silvio Rauth Filho, do Jornal do Estado



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…