23 fev 2006 - 8h41

Manchetes atleticanas desta quinta-feira

Atlético traz mais um jogador do Nordeste
Depois do meia Válber, do Moto Club, o Atlético volta ao mercado nordestino para se reforçar para o Campeonato Paranaense e Copa do Brasil. Agora, o reforço vem da Bahia para suprir a carência na lateral-direita. Entre hoje e amanhã, o presidente do Itabuna, Ricardo Xavier, traz Carlos Alberto para realizar exames médicos no CT do Caju e assinar contrato com o rubro-negro. Enquanto uns chegam, outros deixam a Baixada e fazem o caminho inverso. A diretoria, como é de costume, não confirma nada.

 

Máquina alemã acentua vida européia de Matthäus
Se Lothar Matthäus se vê na Europa durante o trabalho diário no Atlético, graças à estrutura digna de primeiro mundo do CT do Caju e da Arena, nos (poucos) momentos de folga a sensação é a mesma. Hospedado na luxuosa suíte presidencial do Grand Hotel Rayon, no centro de Curitiba, desde que assumiu o time, o técnico alemão terá a partir de hoje mais um motivo para não sentir um pingo de saudades da terra natal.

 

São Paulo diz que tem apoio da CBF no caso Aloísio
O São Paulo obteve uma vitória importante na luta contra o Atlético-PR para ter contrato com o atacante Aloísio. Na segunda-feira, a CBF enviou ao clube um parecer de três folhas dando razão ao clube paulista e informando que o jogador será registrado oficialmente na entidade como atleta do São Paulo.

 

Dagoberto contra-ataca e alfineta Fleury
O clima entre Dagoberto e a diretoria do Atlético esquentou. Ontem, em entrevistas, o jogador deu uma resposta ríspida às declarações do presidente do clube, João Augusto Fleury da Rocha. “Essa pessoa disse que eu estava fazendo corpo mole e, no dia seguinte, falou que não disse nada. Então, quando o Petraglia falar alguma coisa, aí a gente vai sentar para conversar, porque o Petraglia (Mario Celso, presidente do Conselho Deliberativo) é quem manda”, declarou o jogador.

 

Atlético e Massa Sports divergem sobre Dagoberto
Além do caso Aloísio, o Atlético disputa outra queda-de-braço extracampo. Após o ótimo retorno aos gramados, o atacante Dagoberto pede valorização de seu futebol e a diretoria do Rubro-Negro segue com divergências sobre os valores da prorrogação do contrato do jogador, representado pela Massa Sports.

 

Dagoberto: “Quem manda aqui é o Petraglia!”
O atacante Dagoberto voltou a bater de frente com o presidente João Augusto Fleury da Rocha, por causa do contrato que está chegando ao fim. “Eu quero deixar bem claro que gosto do Atlético, da sua torcida, mas estão colocando coisas na minha boca que eu não disse. Nunca falei que queria aumento pra renovar, até porque esse senhor, que gosta de falar demais, nunca apareceu pra conversar sobre um contrato. Todo mundo sabe que quem manda é o Petraglia e, quando o Petraglia me chamar pra conversar, a gente vai ver como é que será a renovação do meu contrato”, disse o jogador, visivelmente irritado com uma matéria divulgada esta semana num grande jornal da capital.

 


Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…