1 mar 2006 - 22h00

Cinzinha, cinzinha

Qualquer semelhança entre a cor do uniforme do J. Malucelli, o dia do ano e o futebol apresentado pelo Atlético não é mera coincidência. Ficou tudo cinza na Kyocera Arena. O empate de 1 a 1, apesar de manter o Rubro-negro na liderança isolada do Grupo A do Campeonato Paranaense, não agradou em nada os torcedores e o técnico Lothar Matthäus. Revoltado, o treinador quis invadir o campo e tirar satisfações com o árbitro José Ricardo Bigaski Stolle, que não marcou dois pênaltis claros para o Furacão. "Vocês têm que entrevistar o juiz. Ele não deixou o Atlético jogar e prejudicou o nosso time", afirmou o técnico após a partida. Já os torcedores, em coro, pediram reforços para a diretoria.

As reclamações de Lothar Matthäus procedem, mas não são desculpas para o péssimo segundo tempo do rubro-negro. Dominado pelo J. Malucelli, o time não conseguiu penetrar no campo adversário, e quando conseguiu perdeu as chances de ampliar. O placar foi aberto por Alan Bahia, aos 17 iniciais, aproveitando o cruzamento de Dagoberto. No entanto, o atrapalhado juiz anotou na súmula o gol para o atacante. Ainda no primeiro tempo o Atlético não marcou o segundo porque parou nas boas defesas de Cristiano e no preciosismo dos atacantes.

Já no tempo final, o time de São José dos Pinhais, comandado por Lio Evaristo, empurrou o Atlético para a defesa. A situação melhorou ainda mais para o J. Malucelli depois que Lothar Matthäus sacou Selmir, apático no jogo, e colocou Evandro em campo. Com dois jogadores fazendo a mesma função – Evandro e Ferreira – não demorou para que o adversário fosse para cima. E o castigo rubro-negro veio aos 42 minutos finais. Michel Bastos foi cortar a bola dentro da área e acabou cometendo pênalti. Willian bateu com categoria e empatou.

As cinzas ainda não estavam totalmente constituídas e o Atlético quase marcou o segundo com Evandro. Só que o fogo do time atleticano não foi capaz de superar a vontade e a garra do time de São José, que saiu da Kyocera Arena comemorando a classificação para a segunda fase do Campeonato Paranaense. As vaias da maioria, os gritos de Lothar Matthäus e o seu tradutor fecharam a noite cinzenta de quarta-feira em Curitiba.

%ficha=481%

Melhores momentos da partida

Primeiro tempo
13 min – Michel Bastos bateu falta com perigo. O goleiro Cristiano mandou para escanteio
17 min – Gol do Atlético. Alan Bahia aproveitou o cruzamento de Dagoberto e desviou para o fundo das redes. O árbitro deu o gol para Dagoberto
23 min – Dagoberto fez boa jogada, mas preferiu chutar ao gol ao invés de tocar para Selmir, que estava livre
28 min – Nova cobrança de falta pelao lado esquerdo da grande área. Dagoberto tentou direto e quase marcou
32 min – Dagoberto fez bela jogada na linha de fundo, tocou para Ferreira que chutou ao gol. O goleiro espalmou
38 min – Paulo André tira de cabeca o cruzamento na área do Furacão
41 min – Boa triangulação no ataque atleticano. A finalização de Michel Bastos, de fora da área, passou perto
47 min – Fim do primeiro tempo

Segundo tempo
6 min – Alan Bahia recebeu dentro da área, driblou o marcador mas acabou chutando para fora
17 min – George chutou de fora da área. A bola passou muito perto do gol de Cléber
20 min – Alan Bahia cruzou na área. Selmir entrou na frente de Ferreira e acabou atrapalhando o lance
23 min – Paulo César quase empatou na Baixada depois de um escanteio da esquerda. Ele furou a bola
24 min – Dagoberto fez boa jogada, mandou para Selmir e ele perdeu na cara do goleiro Cristiano
27 min – Erandir chutou com força de longe do gol. Cristiano mandou para escanteio
29 min – Alan Bahia tocou para Dagoberto. De primeira ele mandou para a área. Ferreira cabeceou para fora
33 min – Erandir evitou o gol de empate. Ele tirou a bola em cima da linha depois da cabeçada de Leandrão
37 min – Evandro recebeu de primeira e chutou com perigo para o gol
38 min – Ferreira tabelou com Evandro. O colombiano chutou forte, mas o goleiro defendeu
42 min – Michel Bastos foi cortar a bola e acabou cometendo pênalti
42 min – Gol do J. Malucelli. Willian marcou o empate, de pênalti
48 min – Fim do jogo



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…