3 mar 2006 - 22h16

Conheça Herrera, o novo reforço do Furacão

Um atacante com faro de gols. É desta maneira que o colombiano Sergio Darío Herrera Month é visto em seu país. O novo reforço do Atlético para a temporada 2006 foi artilheiro do pré-olímpico do Chile, em 2004. O bom desempenho fez com que o jogador fosse considerado o principal nome da seleção de seu país na competição. Ano passado, disputou a Copa América e foi convocado para algumas partidas da seleção da Colômbia nas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Sergio Herrera nasceu em Barrancabermeja, uma cidade de cerca de 300 mil habitantes localizada a 400 km de Bogotá. Começou a jogar futebol aos 8 anos no time local, que leva o mesmo nome da cidade. Seu primeiro clube profissional foi o modesto Alianza Petrolera, também de Barrancabermeja, que na época disputava a terceira divisão do campeonato colombiano. Em 99, o time subiu para a segunda divisão e Herrera chamou a atenção do poderoso América de Cáli.

Jogou apenas seis meses no América, mas não se firmou e acabou sendo emprestado nas tempordas seguintes ao Almagro, da Argentina e ao Coatzacoalcos, do México. Em 2003, retornou ao Alianza Petrolera. Naquela temporada, foi artilheiro da segunda divisão colombiana com 25 gols, marca suficiente para credenciá-lo a retornar ao América. Logo depois, foi convocado para a seleção colombiana sub-23 e disputou o Torneio Pré-Olímpico. Herrera foi o principal artilheiro da competição, com 5 gols.

Em 2004, foi titular da Colômbia na Copa América do Peru, vencida pelo Brasil. Herrera atuou com a camisa 9 e marcou um gol. Os colombianos terminaram na terceira colocação. Nesta competição, ele atuou ao lado de David Ferreira (que era o camisa 8), que já era seu companheiro de América de Cáli e certamente facilitará sua adaptação ao Atlético.

Logo depois da Copa América, Sergio Herrera foi negociado como Al Ittihad, da Arábia Saudita. Teve problemas em sua chegada e passou oito meses sem poder jogar, por problemas com a direção do clube. O caso foi parar na FIFA e Herrera somente estreou na equipe em fevereiro de 2005. Na temporada passada, anotou três gols e sua equipe terminou em terceiro lugar.

De acordo com o site Colombia.com, essas são as características do atacante Herrera: "Em suas apresentações demonstrou qualidades importantes: correta associação com os meias, sempre está bem colocado na área, preciso no jogo aéreo ofensivo e defensivo e uma solidariedade – poucas vezes vista em um atacante colombiano – na hora de marcar um adversário".

O faro de gols de Herrera fez com que um jornalista argentino do Clarín comparasse Herrera ao argentino Hernán Crespo, do Chelsea, um dos maiores ídolos da torcida argentina.

Colaboração: Nadja Mauad



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…