O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
9 mar 2006 - 15h50

A liberdade e a libertinagem de imprensa

Desregrado nos costumes, dissoluto, licencioso, lascivo, são muitas as palavras que podem traduzir ao pé da letra o significado da Libertinagem, ou dos personagens libertinos. A falta de constumes com o trato das regras é a principal delas e, essa sim, deve ser levada em consideração em uma situação como a que estamos vivendo com a nossa imprensa. Por outro lado, o significado da palavra Liberdade, sendo mais específico, Liberdade de imprensa (direito de imprimir sem prévia censura) nunca foi ferida por qualquer integrante da gestão administrativa do Atlético e passa longe da restrição imposta pelo Clube. Adequar não significa proibir ou censurar.

Mas, toda a radicalidade tem várias faces e ela sempre traz consigo prejuízos difíceis de serem recuperados. Em minha opinião, a diretoria do Atlético acertou em cheio no remédio, mas errou mais em cheio ainda na dosagem. Como na bula de um medicamento qualquer, um erro simples assim, pode trazer conseqüências gravíssimas que vão muito além de um grande, dolorido, porém passageiro mal estar.

A unanimidade, além de burra, mas especificamente neste caso, traz um ônus financeiro para o Clube. Imaginem, restringir os jornalistas e organizar coletivas de imprensa semanais não é o problema. Mas, os fotógrafos e cinegrafistas, que vão ao treino apenas para trazer algumas imagens para ilustrar palavras, mesmo que maldosas, também estão RESTRITOS ao CT do Caju.

O que isso significa? cada vez mais a marca dos nossos patrocinadores (e não digam que a imagem se fecha no nariz do entrevistado durante as coletivas, porque me refiro a algo maior que isso), irão, em questão de tempo, literalmente sumir da mídia. Aí, os contratos e a reconhecida excelente prática do Marketing Esportivo do nosso querido Furacão irá por água abaixo.

Essas perdas não refletem só na torcida e sim na rentabilidade do Clube e o retorno de exposição dos seus patrocinadores.

Diante de todo este cenário, sou obrigado a concordar com o Luiz Augusto Xavier, acho que esta mudança foi para zerar, um comportamento indevido. E tomara, em breve as coisas voltem ao normal, de uma maneira muito mais tranqüila e funcional.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Caminhando pela América

Dentro de uma semana o Athletico volta a campo na primeira partida da equipe principal e num dos torneios cobiçados pelo clube na temporada: a…