10 mar 2006 - 18h32

CBF muda técnicos das seleções sub-17 e sub-20

Mudanças no comando das seleções brasileiras de base. Nelson Rodrigues é o novo técnico do time Sub-20, enquanto Edgar Pereira assume o Sub-17. Os dois nomes foram confirmados nesta sexta-feira pelo supervisor das seleções de base da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o ex-jogador Branco.

“O Nelson era o atual técnico da Sub-17 e foi o auxiliar do Paquetá (Marcos Paquetá, atual treinador da Arábia Saudita) na conquista da equipe no Mundial da Finlândia, em 2003. No ano passado, foi campeão sul-americano em Maracaibo e vice no Mundial do Peru, ambos com a sub-17”, afirmou Branco. “Para o lugar do Nelson, escolhemos o Edgar, que era o seu auxiliar.”

De acordo com Branco, as escolhas serviram para valorizar os profissionais e dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido nas seleções de base. Ele ainda contou que Edgar Pereira, além de responsável pela Sub-17, atuará como auxiliar de Nelson Rodrigues na Sub-20, ao lado de Floraci – ex-Sub-17 e também promovido.

“O Nelson está sendo valorizado pelo trabalho que fez e que foi muito positivo. Como teremos muitas competições, vamos dar a ele dois profissionais para observar os jogadores”, explicou Branco, ao se referir às disputas do Campeonato Sul-Americano do Paraguai e do Mundial do Canadá, ambos em 2007.

“Teremos um problema sério para convocar os atletas que são titulares nos maiores clubes do Brasil. Vamos tentar no período da Copa realizar um treinamento em São Paulo”, revelou Branco.

Em 2007, a seleção Sub-17 também terá que disputar um sul-americano e o Mundial, no Equador e Coréia do Sul respectivamente, mas o acúmulo de disputas não assusta Branco, que demonstrou confiança no trabalho de Edgar. “Ele é um grande menino e tem futuro”, afirmou o dirigente.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…