14 mar 2006 - 11h28

Matthäus diz que não tem data para voltar

O técnico Lothar Matthäus publicou um comunicado oficial nesta segunda-feira em seu site (www.lothar-matthaeus.com). Ele explica que precisou viajar às pressas para a Alemanha para resolver assuntos particulares que não poderiam ser decididos à distância, do Brasil. De acordo com Matthäus, a resolução dessas questões levou tempo maior do que o imaginado e, por isso, ele ainda não tem data certa para retornar ao Brasil.

"Na última quarta-feira, eu pedi ao nosso presidente permissão para viajar por algum tempo à Alemanha, o que ele me autorizou imediatamente. Eu provavelmente subestimei um problema antes de minha ida ao Brasil e não imaginava como seria tão difícil para controlar as coisas à distância", afirmou o técnico no comunicado. Matthäus não explicou quais são exatamente os problemas que está resolvendo em seu país natal. Ele disse que não se trata de coisas relacionadas à sua vida privada, mas são assuntos particulares.

"Mas isso não significa em nenhuma circunstância que eu tenha abandonado meu trabalho. Eu estou em contato diário com o presidente e com o intérprete. Antes de eu viajar, preparei um calendário de dez dias de treinamentos para o time", explicou o treinador alemão.

Na carta aberta dirigida aos torcedores atleticanos e a seus fãs, Matthäus comemorou a decisão do TJD de suspender os efeitos da pnição de 30 dias. "Eu sou um homem livre e quando retornar ao Brasil posso dirigir o time do banco. Quando isso será, eu ainda não posso dizer hoje o dia exatamente", finalizou Matthäus, prometendo deixar os torcedores informados através de sua página na Internet.

Clique aqui para conferir a íntegra do comunicado em língua alemã.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…